quinta-feira, 2 de junho de 2016

Rumores de mutreta no Impeachment aumentam com renúncia de Romário na Comissão Especial

Agora, aumentam os rumores de que há uma mutreta silenciosa contra o Impeachment.
Renunciou sem motivos e abriu para uma esquerdista fanática pelo Lulo-petismo.
Em agosto veremos se fizeram tudo para tirar Dilma de verdade ou foi só uma engambelação para dar férias remuneradas a anta, enquanto aprovam coisas polêmicas e salvam a cara de todo mundo na Lava Jato. Veremos...


ROMÁRIO RENUNCIA SEM MOTIVOS...
O senador Romário (PSB-RJ) renunciou nesta quarta-feira (1º) à vaga que ocupava na comissão especial do impeachment do Senado. A solicitação de renúncia foi lida em plenário pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). No pedido, Romário não apresentou os motivos da renúncia. Para o lugar de Romário, o bloco Socialismo e Democracia indicou a senadora Lúcia Vânia (PSB-GO), que votou pela abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff pelo Senado. O parlamentar, que havia dado voto favorável à abertura do processo no Senado, é um dos que anunciaram que deverá rever o voto e se posicionar contra o processo na próxima votação. (Com G1)

SEJAMOS REALISTAS E NÃO BAIXEMOS A GUARDA...
Enquanto alguns preferem 'antagonizar, reinaldoazevedar, MBLlizar, VemPraRualizar' iludindo o povo com 'mil e uma maravilhas' que ninguém ainda viu na prática, agarrados a partidos políticos que estão, nós seguimos independentes, realistas e fazendo esforço para que o maior número de pessoas não baixem a guarda, pressionem pesadamente os senadores, o STF, a PGR, O Teori e etc, para que o Impeachment aconteça, para que a Faxina Geral aconteça, para que Lula e todos os corruptos metidos nas roubalheiras vão pra cadeia, senão, para que em última instância, a Intervenção Constitucional no Art 142 aconteça. Tudo dentro do que deseja o povo que trabalha por um Brasil melhor e não vive de ilusões propagandísticas e partidárias. 


SE O POVO NÃO PRESSIONAR, PODE DAR TRETA SIM.


Se fosse hoje o julgamento do Impeachment, Dilma voltaria.
São 81 senadores. 55 votaram a favor e 22 votaram contra o impeachment.
Mas, já tem 10 mudando de opinião e que votariam contra, que já daria 32 votos, teoricamente. (81-32 = 49. Para cassar a louca, são precisos 54 votos dos 81 senadores)
Sem falar dos 3 ou 4 que sempre inventam de não aparecer na votação.


REVEJA


Nenhum comentário:

Postar um comentário