quinta-feira, 30 de junho de 2016

"Tudo que se foi será de novo do jeito que já foi um dia"


A verdade dói: Temer vai torrar R$ 125,4 bilhões em acordos pra se manter no poder até 2018.

O rombo inicial calculado era de R$ 170 bilhões.

Temer e seus ministros vão moer mais R$ 125,4 bilhões para se manterem no poder até 2018.
Ou seja, é o poder pelo poder. Nada para tirar o Brasil da lama de fato. Apenas promessas e discursos pra boi dormir.

Evidemente, reafirmamos, ninguém quer que Dilma e o PT voltem, mas não ficaremos cegos à mazelas de Michel Temer e suas aves de rapina do PMDB, partido que ajudou o PT a destruir o Brasil nos últimos 13 anos.


Para nós, tanto Dilma, Lula quanto Temer, 99% do congresso, 99% dos políticos das cidades e dos estados, da velha poiticaria, deveriam ser banidos da vida pública política. Essa turma só pensa neles, nas suas marajíces, nos seus acordos e o povo que se lasque para pagar altos impostos.

E olha que quem relata essa gastança, além do Estadão, é O Antagonista, defensor 24 horas da ilusão Temer. Veja:
O Golpe de Michel Temer
[...] Michel Temer vai torrar 125,4 bilhões de reais para se manter no poder até 2018.

Isso, sim, é um golpe.

O Estadão calculou o “pacote de bondades” aprovado pelo governo, que apoiou o reajuste do funcionalismo, renegociou a dívida dos Estados sem deixar claras as contrapartidas, liberou recursos para o Rio, não barrou o aumento do Supersimples, inflacionou o Bolsa Família, comprou o Poder Judiciário e distribuiu 742,8 milhões de reais para a educação básica de Estados e municípios. Total (por enquanto): 125,4 bilhões de reais.
Considerando que o rombo previsto para o ano que vem é de 150 bilhões de reais, pode-se dizer que o prejuízo é obra de Michel Temer e Henrique Meirelles. [...] Link.

Nenhum comentário:

Postar um comentário