terça-feira, 9 de agosto de 2016

Há celebridades e "celebridades"


O dePUTAdo federal Wadih Damous (PT – RJ), na tentativa de desqualificar a Operação Lava a Jato, declarou que o Brasil vive “tempos estranhos” em que juízes e procuradores são celebridades.

Lamentável que ninguém tenha lembrado a esse deputado PTista, autor do projeto de lei que proíbe delações premiadas, que há celebridades e “celebridades”. Celebridades juízes e promotores e “celebridades” corruptos, ladrões e bandidos como Lula, José Dirceu, João Vaccari Neto, Delúbio Soares, Eduardo Cunha, Renan Calheiros, Romero Jucá, Jader Barbalho, Henrique Alves, Paulo Bernardo, Delcídio Amaral e muitos outros. Não dá pra citar todos, o espaço que o Facebook destina para texto aberto não comporta tantos nomes.



São preferíveis as primeiras celebridades às segundas. E são preferíveis porque trabalham para livrar o Brasil das segundas. Nosso apoio e elogios as CELEBRIDADES Juízes e Promotores, o que a sociedade deseja e espera é que essas CELEBRIDADES levem avante seu trabalho de colocar fora de circulação essa quadrilha de bandidos que tem governado e ainda governa o País, para infelicidade dos brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário