quinta-feira, 1 de setembro de 2016

A pequenez do pigmeu

Caros amigos
Em dezembro do ano passado, escrevi um texto sob o titulo "Um pigmeu entre gigantes", referindo-me a como deve ter se sentido o Ministro Ricardo Lewandowski  quando, como Tenente Temporário, serviu no 17º Regimento de Cavalaria.


Hoje, depois de ter assistido à mais uma tramoia presidida pelo presidente do STF para favorecer, no processo de impeachment, a Sra Dilma Rousseff, sinto-me autorizado a afirmar, mais uma vez, que houve falha na avaliação do Aluno e do Tenente Lewandowski nos indicadores relacionados aos compromissos com a Pátria e com o seu povo, fundamentos da moral cavalariana e do Exército de Caxias!




Mais uma vez rechaço a ilusão de que ele possa, por algum momento, ter se identificado com os valores da "Nobre Arma".
Mais do que nunca, constato que, como militar, não passou de um pigmeu entre gigantes e que nunca poderá equiparar-se aos que o devem ter humilhado com sua imensa superioridade moral!



A forma com que contribuiu - ou conspirou - para que fosse, outra vez, rasgada a Constituição Federal, no patético epílogo do mesmo processo, chancela para mim a figura da sua pequenez diante da grandeza moral exigida para o exercício de qualquer cargo público, em especial para o que hoje ocupa por justificada indicação de um fora da lei!
É o que, infelizmente, sinto e penso!


General de Brigada Paulo Chagas
ternuma

Nenhum comentário:

Postar um comentário