terça-feira, 6 de setembro de 2016

Lula diz que não falará com Moro sobre caixas de presentes do período da Presidência


O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva afirmou à Operação Lava Jato, por meio de sua defesa, que não reconhece a competência do juiz federal Sérgio Moro na investigação sobre as 23 caixas com presentes recebidos por ele no período em que ocupou a Presidência da República, segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo.
O petista afirmou que só prestará esclarecimentos à Justiça Federal de Brasília. “Necessário salientar que o peticionário (Lula) não reconhece a competência do Juízo da 13ª Vara Criminal de Curitiba para a condução do presente feito”, disseram os advogados José Roberto Batochio, Cristiano Zanin Martins, Juarez Cirino dos Santos e Roberto Teixeira.
A petição da defesa esclarece que “já existe inquérito civil em trâmite na Procuradoria da República do Distrito Federal que apura exatamente os mesmos fatos aqui investigados, no bojo do qual, inclusive, o Instituto Lula já respondeu a ofício que requereu informações detalhadas sobre os bens integrantes do acervo privado”.
As caixas foram apreendidas pela PF na Operação Aletheia, 24ª fase da Lava Jato, em março deste ano. Nelas foram encontradas moedas, espadas, adagas, canetas, condecorações e outros objetos de valor que estavam armazenadas em uma agência do Banco do Brasil em São Paulo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário