segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Não jogue seus erros nas mãos de Deus,

                            Abraão, pai de todos que têm fé.

Certo dia, Abraão teve uma experiência inesquecível. Ele recebeu uma mensagem de Jeová Deus! A Bíblia não dá muitos detalhes sobre isso, mas diz que “o Deus da glória” apareceu àquele homem fiel. (Leia Atos 7:2, 3.) Talvez por meio de um representante angélico, Abraão teve um vislumbre da magnífica glória do Soberano do Universo. Podemos imaginar como Abraão ficou emocionado de ver o contraste entre o Deus vivente e os ídolos sem vida adorados pelas pessoas da sua época.

Qual foi a mensagem de Jeová a Abraão? “Sai da tua terra e de teus parentes e vai para uma terra que eu te hei de mostrar.” Jeová não disse qual terra tinha em mente — só disse que a mostraria a Abraão. Mas primeiro Abraão teria de deixar para trás sua terra natal e seus parentes. No antigo Oriente Médio, a família era muito importante. Em geral, era algo terrível um homem deixar seus parentes e se mudar para um lugar distante; para alguns, isso era pior que a morte!


Não sou um cara religioso, mas gosto de ler sobre as religiões e sobre os povos. Por este motivo, passeando pelas redes sociais e vislumbrando os fatos que acontecem no Brasil e nas respostas das pessoas, resolvi escrever este texto.

Sobre tudo de errado que acontece, vejo orações, pedidos a Deus, “colocar nas mãos de Deus”, “Deus está vendo”, “um dia irão acertas contas com Deus”, “só Deus para nos salvar” e outras frases colocando tudo nas mãos de Deus, como se ele não tivesse nos dado o livre arbítrio para podermos desfazer as merdas que fizemos.
É claro que Deus age, que Deus tudo vê e sente a necessidade de atender os apelos de seu povo, foi assim desde a antiguidade.

Mesmo na escravidão, o povo hebreu nunca deixou de orar a Deus pedindo que os libertasse, mas, a liberdade só chegou após o “Instrumento” surgir, que foi Moisés. Saíram do Egito em direção à Terra Prometida a Abraão.
A peregrinação demorou décadas, passando para Josué a incumbência de liderança na conquista de Canaã.

O que podemos aprender com isso? Não basta orar a Deus, não basta deixar em suas mãos! Ele precisa do “Instrumento” para agir e de confiança na sua proteção, uma coisa ligada à outra.
Portanto, para mudar este cenário, é importante termos fé em Deus, mais importante ainda é sermos “Instrumentos” de sua vontade, sem o que nada mudará.

A situação em que nos encontramos hoje foi causada pelo mau uso do Livre Arbítrio que Deus nos concedeu, fomos o “Instrumento” causador de tudo isso. De nada adianta policiais ficarem reclamando das mortes de seus companheiros e jogando nas mãos de Deus, de nada adiante a população ordeira, grande maioria, estar inerte só reclamando e jogando nas mãos de Deus. A merda foi consentida por nós, por não estarmos atentos à governantes com falsos discursos.

Para que Deus conserte a merda que consentimos, será preciso que sejamos o “Instrumento” de Sua vontade, sem o que nada mudará. Foi assim no passado e pode ser assim no presente.

Se organizem, tirem suas bundas dos sofás, seus olhos da frente da televisão, faça algo a seu favor, em prol de sua Nação, pela sua descendência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário