terça-feira, 18 de outubro de 2016

Nota de repúdio do LIGA ao PSOL

NOTA DE REPÚDIO DO PARTIDO LIGA AO TEXTO DO CST/PSOL ATACANDO O EX-PRIMEIRO MINISTRO ISRAELENSE SHIMON PERES.
O Partido da LIGA DEMOCRÁTICA LIBERAL – LIGA vem, por meio desta nota, repudiar veementemente o ataque bucéfalo sofrido pelo falecido ex-Primeiro Ministro de Israel, SHIMON PERES, a quem foi atribuído o vergonhoso rótulo de “genocida” através do texto do CST/PSOL publicado no dia 09 de outubro de 2016.
Desde o seu nascimento, em 1948, o Estado de Israel vem sendo vítima de ataques e acusações covardes feitas pelos diversos movimentos da esquerda mundial, que visam negar o direito de existência do Estado de Israel e o direito de autodefesa de seu povo contra os ataques terroristas covardes dos quais são constantemente vitimados.
O Estado de Israel é a única democracia bem-sucedida em todo o Oriente Médio, um país aonde o seu povo não é tiranizado pelos próprios governantes e aonde os mais diversos povos coexistem em harmonia. Quaisquer ataques terroristas contra o território do Estado de Israel ou contra o seu povo devem ter a pronta resposta imediata como é de se esperar que ocorra com qualquer país que seja covardemente atacado.
Há uma inveja da esquerda mundial contra o Estado de Israel devido não só ao fato de ser um exemplo de democracia de sucesso, mas também pelas inigualáveis contribuições que os cientistas israelenses já deram para o progresso da humanidade, por isto a esquerda tenta diminuir a importância de Israel, negar o seu direito de defesa e de existência, e promover diversas ações de calunia e difamação dentro dos mais diversos fóruns mundiais, inclusive dentro dos próprios organismos da ONU.
A LIGA DEMOCRÁTICA LIBERAL vem mais uma vez demonstrar o seu total apoio à Israel e ao seu valente e galante povo, como o único bastião de defesa da Civilização Ocidental contra à barbárie representada pelos estados tirânicos no Oriente Médio e pelo terrorismo islâmico radical, e que são apoiados de forma cega pelos movimentos da esquerda retrograda mundial.
Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2016
Marcelo Santos Machado
Presidente Nacional do Partido da Liga Democrática Liberal – LIGA
Uma nota de uma corrente do PSOL sobre a morte do ex-primeiro ministro de Israel Shimon Peres provocou revolta entre a comunidade judaica e desconforto na campanha de Marcelo Freixo a prefeito do Rio.
Entre o morde assopra Freixo segue enganando os desavisados, se a declaração do PSOL não tivesse repercutido, ele ainda estaria calado, conivente com o desrespeito que foi explicito. Afinal, PSOL é um partido de assassinos escondidos sob uma manta política.


Um comentário:

  1. Parabéns ao Marcelo Santos Machado
    Presidente Nacional do Partido da Liga Democrática Liberal – LIGA, que falou em nome do povo BRASILEIRO.

    ResponderExcluir