sexta-feira, 21 de outubro de 2016

O anel e a corrupção que desmoraliza o país


A noticia divulgada nesta quinta-feira (20), de que o ex-dono da Delta, Fernando Cavendish, teria pago R$ 800 mil por um anel que o então governador do Rio Sérgio Cabral deu à sua mulher, Adriana Ancelmo, revela também a desfaçatez - se tudo for verdade - da corrupção que desmoraliza o país, e que tem consequências inimagináveis.
Esses homens mostram claramente, nos lugares mais sofisticados do mundo, que são autoridades no país em que vivem, e não fazem qualquer questão de disfarçar seus atos de suposta corrupção. Exibem passaportes vermelhos, agem como autoridades, e permitem que qualquer um, numa simples busca na internet, saibam exatamente quem são.
E esses mesmos homens, hoje, manifestam preocupação e contrariedade com o crescimento de assaltos no Rio, com a insegurança que o carioca vive. Seria cômico, se não fosse trágico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário