quinta-feira, 20 de outubro de 2016

O terrorista Marighella


Wagner Moura pretende dirigir um filme sobre Carlos Marighella, buscando “humaniza-lo” (o filme poderia se chamar “Missão: Impossível” então). O filho do terrorista já está empolgado por antecipação, contando com a “imparcialidade” do “Capitão Nascimento” para retratar seu falecido pai como grande herói nacional, patriota que lutava pela liberdade.
Contra a mentira esquerdista, nada como expor o que a própria esquerda disse, escreveu e fez. É o melhor antídoto. Em vez de ver o filme sobre um romântico Che Guevara caridoso com leprosos, por exemplo, vá ler seus diários. As passagens mais interessantes foram ocultadas no Diário de Motocicleta. No filme você nem desconfia do tesão que o argentino sentia só pelo odor de sangue nas narinas.
                                                           Wagner Moura como o traficante Pablo Escobar
O mesmo vale para “nosso” Che, o terrorista Marighella. Nem espere pelo filme proselitista de Wagner Moura, esquerdista confesso. Tudo será distorcido, claro. Em vez disso, leia o manual de guerrilha do homem. Adianto que o consumo de Plasil combinado com Engov se faz necessário. Segue pequena amostra:
Antes de qualquer ação, o guerrilheiro urbano tem que pensar nos métodos e no pessoal disponível para realizar a ação. As operações e ações que demanda a preparação técnica do guerrilheiro urbano não podem ser executadas por alguém que carece de destrezas técnicas. Com estas precauções, os modelos de ação que o guerrilheiro urbano pode realizar são os seguintes:
a. assaltos
b. invasões
c. ocupações
d. emboscadas
e. táticas de rua
f. greves e interrupções de trabalho
g. deserções, desvios, tomas, expropriações de armas, munições e explosivos
h. libertação de prisioneiros
i. execuções

j. seqüestros
l. sabotagem
m. terrorismo
n. propaganda armada
o. guerra de nervos
[…]
Execuções
Execução é matar um espião norte-americano, um agente da ditadura, um torturador da policia, ou uma personalidade fascista no governo que está envolvido em crimes e perseguições contra os patriotas, ou de um “dedo duro”, informante, agente policial, um provocador da policia.
Aqueles que vão à polícia por sua própria vontade fazer denúncias e acusações, aqueles que suprem a polícia com pistas e informações e apontam a gente, também devem ser executados quando são pegos pela guerrilha.
A execução é uma ação secreta na qual um número pequeno de pessoas da guerrilha se encontram envolvidos. Em muitos casos, a execução pode ser realizada por um franco-atirador, paciente, sozinho e desconhecido, e operando absolutamente secreto e a sangue-frio.
Seqüestros
Seqüestrar é capturar e assegurar em um lugar secreto um agente policial, um espião norte-americano, uma personalidade política ou um notório e perigoso inimigo do movimento revolucionário.
O seqüestro é usado para trocar ou libertar camaradas revolucionários aprisionados, ou para forçar a suspensão da tortura nas cadeias de uma ditadura militar.
O seqüestro de personalidades que são artistas conhecidos, figuras do esporte ou que são grandiosos em algum campo, mas que não tem evidência de um interesse político, podem ser uma forma de propaganda para os princípios patrióticos e revolucionários da guerrilha urbana sendo que ocorra baixo circunstâncias especiais, e o seqüestro seja manipulado de uma maneira que o público simpatize com ele e o aceite.
O seqüestro de residentes norte-americanos ou visitantes no Brasil constituem uma forma de protesto contra a penetração e a dominação do imperialismo dos Estados Unidos em nosso país.
Lindo, não? Parece a Madre Teresa de Calcutá pregando amor, não acham? Como alguém consegue pegar mensagens como essa é transforma-las em “luta patriótica pela democracia e liberdade” é algo que realmente desafia qualquer lógica!

Nenhum comentário:

Postar um comentário