domingo, 6 de novembro de 2016

Estuprador "abençoa" quem nos violenta.


O pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, aparece em um vídeo, postado em sua conta no Instagram no fim de outubro, abençoando o então governador em exercício do Rio, Francisco Dornelles - de volta ao cargo de vice-governador desde a última terça-feira. Na rede social, o pastor escreveu:
“Eu orando o governador do estado do Rio de Janeiro. E agora me encontro em sua cidade São João Del Rey fazendo um lindo trabalho nos presídios com meus irmãos”.




O pastor Marcos chegou a ser preso pelo crime de estupro em 2013. Ele era acusado de, em 2006, ter abusado de uma seguidora nas dependências da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias. O religioso acabou condenado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, em primeira instância, a 15 anos de reclusão pelo crime de atentado violento ao pudor. Em dezembro de 2014, após 19 meses encarcerado, o pastor obteve liberdade após habeas corpus concedido pelo STF.
O religioso também já respondeu na Justiça pelo crime de associação para o tráfico de drogas. Neste processo, porém, o pastor Marcos acabou inocentado em primeira e segunda instâncias.
Procurado pela reportagem, o vice-governador Francisco Dornelles não quis se pronunciar.

EXTRA


Este senhor já deveria estar sob a proteção do Estatuto do Idoso, pois não conserva mais lucidez, a senilidade característica dos idosos está sendo explorada, não tendo ele condições de avaliar o ridículo a que está sendo exposto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário