terça-feira, 29 de novembro de 2016

Fortuna de Fidel Castro estimada em cerca de 900 milhões de doláres

Em 2006, a revista americana 'Forbes' colocou Fidel em sétimo lugar na lista de governantes mais ricos do mundo.
O ex-ditador cubano Fidel Castro, olha para a multidão durante manifestação em Córdoba, na Argentina, em julho de 2006.
Apesar de não demonstrar sua afeição pelo luxo, o ex-ditador cubano Fidel Castro, que morreu na última sexta-feira (madrugada de sábado em Brasília), teve sua fortuna estimada em 900 milhões de dólares (2,97 bilhões de reais). O valor foi avaliado em 2006 pela revista americana Forbes, que o colocou em uma lista de governantes mais ricos do mundo.
Há dez anos, a publicação financeira considerava que Fidel era o sétimo governante na lista de presidentes, ditadores e monarcas mais endinheirados. Segundo a Forbes, a fortuna do ditador cresceu abruptamente em pouco tempo, uma vez que a estimativa de sua fortuna em 2003 era de 110 milhões de dólares. O dinheiro teria relação com seu poder em uma série de empresas que eram de propriedade do Estado cubano.

Fidel não "demonstrava" afeição pelo luxo, mas seus filhos..........Adoram e não escondem isso.

Notem bem, a fortuna de Fidel cresceu vertiginosamente a partir de 2003, coincidentemente após o PT alçar o governo do Brasil. O desenrolar dessa história todo mundo já conhece, né? Porto de Mariel, médicos cubanos e outras remessas de nosso dinheiro para diversos ditadores pelo mundo afora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário