quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Os 500 sorvetes Haagen Dazs de Temer

A crise só atinge a nós que somos simples mortais. Para o presidente Michel Temer e seus convidados, nos voos do avião presidencial, o Aero Temer, o cardápio não enfrenta crise, muito pelo contrário. Quinhentos potes de sorvete importado, uma tonelada e meia de tortas de chocolate, entre outros itens. convenhamos... Aliás, o consumo de açúcar vai ser elevado, cuidado com diabetes.

"O exemplo vem de cima", é uma expressão corriqueira. No caso da presidência da República, porém, parece que foi esquecida. Em plena crise econômica, enquanto funcionários públicos em vários Estados Falidos protestam pelo parcelamento, ou até mesmo não recebimento de salários, governadores fecham e vendem fundações, com 12 milhões de desempregados e sem perspectiva de melhoras a curto prazo, o Palácio do Planalto abre licitação para abastecer a cozinha do avião presidencial, que transporta Michel Temer e seus convidados.

O Palácio do Planalto abriu uma licitação para comprar comida para abastecer durante um ano o avião presidencial que serve Michel Temer e seus convidados. O valor previsto para ser gasto é um total de R$ 1,75 milhão.

O café da manhã de Temer no avião será incrementado. Com o nome “Breakfast PR”, foram encomendados 200 cafés da manhã prontos ao custo de R$ 96,00 cada, com presunto de Parma e queijos brie, provolone e mozzarella de búfala.

Mas Temer foi exigente mesmo com os sorvetes, da marca americana Haagen-Dazs. Foram encomendados 500 potinhos, totalizando R$ 7.500,00. Também pediu 50 cornetos, 50 picolés Tablitos, 50 Chicabons, 50 Esquibons e 50 Frutillys. Foram pedidos ainda 300 picolés sem lactose.
O maior gasto no entanto será com tortas de chocolate, foi pedida uma tonelada e meia ao custo de R$ 96.000,00.

A propósito, Temer deve gostar mesmo de doce. O Planalto encomendou 120 potes de Nutella a R$ 34,00 cada um.



Nenhum comentário:

Postar um comentário