quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Jamais será só um trabalho, SOMOS TODOS POLICIAIS.

Quando um policial cai nós caímos junto. Um policial defende mais do que vidas, defende sonhos.


É o pai que está indo encontrar os filhos, é a mãe que está indo buscar o sustento de sua família, são pilotos que planejam estar em casa no jantar e o cidadão que leva na bagagem o perfume da namorada.

Quando cai um policial caímos junto, pois quantos de nós viram os sonhos começarem dentro de nossas casas? As viagens planejadas, a assinatura de um contrato, o encontro com alguém que tanto sonhamos estar junto.

Partimos rumo a sonhos, e era isso que cabia nessa trágica guerra que quase chegou ao seu destino. Soldados que representavam o sonho do menino que quer ser cidadão, policiais que representam seus familiares, seu povo.

Quando um policial cai todos nós caímos junto. Morrem sonhos, morrem encontros que não vão acontecer, morrem saudades que não vão ser vencidas e dali por diante vão apenas crescer e se tornar um buraco junto a quem nunca chegou.

Quando um policial cai a dor é compartilhada, pois todos nós somos vitimas, torcemos para quem amamos, torcemos para logo poder dar o abraço, torcemos, pois, ninguém sonha sozinho.


Hoje essa humilde classe do Brasil tem a maior torcida do mundo, quando sonhos despencam do céu, a solidariedade é a única farda que todos vestem, é a única farda que nos conforta.

Jamais será só um trabalho, SOMOS TODOS POLICIAIS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário