segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Querem sempre alguém que faça por eles, que cubram sua omissão.


O povo brasileiro tem a paixão a flor da pele. Se apaixona num piscar de olhos por qualquer coisa. Nos últimos anos, quando se viram caminhando no rumo do penhasco, saqueados pelos corruptos políticos que elegeram, se apaixonavam por qualquer um, que aparecesse e colocasse uma espada na mão, e gritasse: “EU SOU O HEROI DO POVO BRASILEIRO”. É isso mesmo!!... nós já vimos Gen. Heleno ser herói, Joaquim Barbosa, que até merece todo apoio e respeito, assim como o Heleno. Tivemos durante alguns dias o fervor pelo Gen. Mourão, e agora o povo se apaixonou por Jair Bolsonaro. Eu até acho que isso faz parte do desespero de um povo sem espirito de luta, que aprendeu nos últimos 30 (trinta) anos, estender a mão, vender ou trocar o voto (cagada), e perdeu o espirito patriótico, a dignidade, a honradez, o caráter e a noção do que seja a RAZÃO. 


Vimos durante uns 04 (quatro) meses o fogo pegando pelo Sergio Moro. Como ele, o Joaquim Barbosa, o Heleno e o Morão, são de outra linhagem, não se empolgaram com a hipocrisia desse povo, que vive de impulsos. Então já se aquietaram com os 03 (três) principais, que são os mais indicados para assumirem um cargo de presidente, nas circunstancias que se encontra o país. Hoje não precisamos de políticos, precisamos de homens sérios, honrados, estadistas, que se disponham fazer a limpeza, sem negociar com a máfia da corrupção. Qualquer um que entrar nessa roleta russa, e não sujar as mãos tem o mesmo destino de Eduardo Campos, Celso Daniel, Toninho do PT e outros que foram executados na calada da noite. Então patriotas idiotas, é hora de ter cautela.... muita cautela. Não podemos sair abraçando qualquer politico que se diz o herói do povo. 


Afinal o Collor encarnou esse personagem, Lula idem, e olha o resultado. Não precisamos de aventureiros para representar nossos interesses, precisamos de homens sérios e honrados e que já têm sua folha de serviços prestados ao povo brasileiro. Modesta parte, se não acontecer uma INTERVENÇÃO, que pra mim é a única solução, precisamos garimpar um nome sem compromisso com as correntes politicas, e sair com ele no braço, enfrentando o poder da corrupção e dos gangsteres. Votar é um momento magico, onde você precisa catar um politico, como quem cata o feijão podre para colocar na panela. Escolher bem escolhido, qualquer defeito no caroço, DESCARTA NO LIXO. Não se deve votar pelo blablablabla, pela beleza, por favores, etc, etc. Votar na capacidade intelectual do candidato, na sua honradez, na sua historia familiar, e no que ele já apresentou em serviços ao país e a sua nação. Hoje eu não vejo nenhum politico com credenciais para ser PRESIDENTE DA REPUBLICA, SENADOR, NEM DEP. FEDERAL. Pra mim, todos são farinha do mesmo saco, ratos do mesmo esgoto, dentes da mesma arcada, trabalhadores da mesma empreitada. 


Então precisamos garimpar alguém de fora desse meio, e leva-los as casas legislativas e a PRESIDENCIA. Depois, se não houver INTERVENÇÃO, teremos outra batalha gigantesca. A MOBILIZAÇÃO PELAS MUDANÇAS NECESSARIAS A RETOMADA DO CRESCIMENTO. Muito, muito precisa ser mudado, começando pelo enxugamento das despesas do erário publico e a DESONERAÇÃO DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO EMPRESARIAL. As reformas serão muitas se quiserem mudar esse país, o coloca-lo outra vez nos trilhos. PRECISAMOS OLHAR ESSE JOVEM JUIZ, SERGIO MORO, COMO UMA PEROLA AOS OLHOS DO AVALIADOR. ÉLE É DE RARA INTELIGENCIA, NÃO SE DEIXOU INTIMIDAR COM AS AMEAÇAS, FAZ UM TRABALHO DE POUCOS, E COM CERTEZA, SERIA UM GRANDE NOME PARA CONCORRER A PRESIDENCIA, JUNTO COM MOURÃO, HELENO OU C. ALBERTO CRUZ. Eu particularmente, não acredito nas mudanças pela via do voto e dos políticos. Na minha humilde concepção de leigo, só uma INTERVENÇÃO MILITAR, terá capacidade, autoridade e legalidade para promovê-las. Pra mim, INTERVENÇÃO É A ÚNICA SOLUÇÃO, O RESTO É ENGANAÇÃO. 


Sentinelas Patriotas


Texto de Zedival Poeta

MILITARES brasileiros mortos pelas FARC são homenageados. Imprensa esqueceu?


A maior parte da sociedade brasileira não sabe disso. Mas, essa semana completou 25 anos o atentado que vitimou 12 militares do Exército Brasileiro. 
Uma base do Exército Brasileiro localizado à margem do Rio Traíra foi atacada por cerca de 40 guerrilheiros de forma surpresa e covarde. os dois militares que estavam de guarda foram praticamente executados. O ataque resultou em três soldados brasileiros mortos e nove feridos.

O Exército realizou homenagens discretas aos heróis que tombarem defendendo nosso território. Nenhuma rede de TV fez questão de divulgar o fato.  Os terroristas portavam armamento automático HK 5.56 mm e armas de caça calibre 12. Planejaram sua operação, pois se dividiram em três colunas, uma deles dando cobertura de longe com armas de longo alcance.
Faziam parte do grupo duas mulheres identificadas como já tendo sido anteriormente presas no Destacamento, que devem ter fornecido informações sobre acesso, número de militares “na hora” etc.
Pela precariedade nas comunicações o comando do Exército demorou bastante para tomar conhecimento da situação e não teve como dar apoio aos militares sitiados.

Poucos dias após o evento um dos militares que serviam no local deu declarações. O tenente Romildo disse. “fomos cercados e metralhados… sabemos que havia mulheres e foi na hora de nosso almoço, quem estivesse de pé foi alvejado.

Completamos hoje (29/02/2016) um quarto de século e membros das FARC são aliados de alguns políticos brasileiros e admirados por parcela significativa da sociedade brasileira.
Militares e sociedade honesta os considera terroristas da pior espécie, sabemos que iniciaram ser projeto de terror nos anos 60 e 70 com a ajuda de cubanos e russos e que tentam até hoje impor sua vontade com base no terror e desrespeito a princípios fundamentais.
Sabemos que mais recentemente, em 2004, as FARC empreenderam operação para atacar outro destacamento avançado, em Querari. O serviço de inteligência, por meios que não podemos divulgar, obteve as informações a tempo de enviar para o local 40 guerreiros de selva que conseguiram frustrar a ação.

Nossos respeitos aos militares falecidos no atentado. Sansão Ramos Gonçalves, Aldemir Lopes de Oliveira e Sidimar Fonseca Moraes, que pereceram honrando o juramento prestado por todos os militares das Forças Armadas.

Sociedade Militar

Dois pesos, duas medidas.

Há alguns meses um SARGENTO do Exército – Vinicius FELICIANO –  protestou contra DILMA ROUSSEFF. Feliciano disse que a presidente agora TORTURA os militares, uma espécie de revanche pelo que teria sofrido nos anos 70. Ele também reclamou do valor do salário família, que é de 16 centavos.

Há alguns meses o GENERAL MOURÃO protestou contra DILMA ROUSSEF, ele disse que retirar DILMA seria o “descarte da incompetência”, ele também disse que com sua saída acabaria a “má gestão e corrupção”.

O sargento acabou atrás das grades, preso em uma cela com grades enferrujadas e com a ficha suja por brigar pelos seus pares. O general, por sua vez, ainda que tenha sido alvo de comentários e críticas, assumiu um cargo de confiança. Hoje é o novo Secretario de Finanças do Exército Brasileiro. No Ministério da Defesa seu salário será acrescido de algumas gratificações inerentes ao cargo.
Um renomado jurista, em texto odiado pelos generais, disse: “… não há como entender, ou justificar, que generais possam ter direito a manifestações políticas e que o mesmo direito seja negado aos suboficiais, de modo a que sejam presos aqueles que pretenderam seguir os exemplos de seus superiores hierárquicos (…). Se a tropa se convence de que, no plano político, os superiores gozam de um direito que é recusado aos sargentos, a conseqüência será… a formação de um sentimento de animosidade, de um conflito que, por não se manifestar de imediato, não será menos perigoso, como uma força latente de desagregação (…)”.
Barbosa Lima Sobrinho não poderia ser mais atual. Muitos militares se sentem amordaçados em pleno século XXI.
O fato de oficiais generais escolhidos a dedo pelo chefe do executivo serem os únicos com direito de discutir a questão salarial, somado ao fato dos mesmos receberem gratificações polpudas justamente pelo fato de ocuparem tais funções de confiança pode ser SIM gerador de um sentimento de ANIMOSIDADE perigoso, é evidente que a situação é uma força latente de DESAGREGAÇÃO.
Nos últimos anos os militares têm se percebido como a categoria do serviço público mais prejudicada na questão salarial.
Militares não possuem ferramentas para pressionar o governo. Militares não têm direito a greve (nem querem ter), não têm sindicatos (nem querem ter) e possuem como únicos representantes seus comandantes, que são homens de confiança escolhidos pelo próprio Chefe do Executivo. Portando, sua única ferramenta é a própria voz, que no contexto atual também não pode ser usada.
Em Portugal e outros países, embora não falem publicamente sobre questões referentes ao ambiente castrense e outros assuntos de serviço, os militares se manifestam livremente sobre política e a questão salarial, que logicamente é assunto público. Lá os militares participam de manifestações, obviamente não fardados, e obtém com isso poder de pressão sobre o governo.

Alguns por aqui diriam que isso seria anti-democrático, esquerdismo, quebra de hierarquia …
Não seria o contrário? Nos governos de esquerda havia enormes restrições contra a liberdade de expressão. Havia militares políticos implantados em pontos estratégicos com o intuito de desestimular e denunciar discussões sobre o regime.
No momento em que militares de todos os postos e graduações são asfixiados por um governo de esquerda, que sanciona graduados que eventualmente reclamam ou ousam discutir a situação sofrida por seus familiares é que se percebe o quanto a liberdade de expressão é um bem democrático e inalienável.
Generais e parlamentares. Será que não aprendemos com a história?
Em 1910 os marinheiros se sentiam aviltados por ser espancados como animais. A chibata fora abolida em todos os países sérios. Alguns anos antes ocorreram outros levantes na Marinha, pouco mencionados pela história. Mas, ainda insistia-se em manter esse castigo no Brasil. Não se admitia ceder às repetidas solicitações da marujada.  Resultado: Revolta da CHIBATA.
Em 1963 sargentos pleiteavam direitos razoáveis, desejavam assumir cadeiras no legislativo, se eleitos. Foram punidos. Resultado: Revolta dos SAGENTOS de Brasília. Militares graduados foram acolhidos por ideólogos de esquerda.
Em 1964 marinheiros e fuzileiros pleiteavam direitos razoáveis, como se casar sem pedir permissão e se trajar a paisana em ambiente civil. Resultado REVOLTA DOS MARINHEIROS. Militares graduados foram acolhidos por ideólogos de esquerda.
2016… ?
Militares graduados não desejam um sindicato, direito a greve ou de falar sobre assuntos sigilosos. Mas, desejam sim possuir representantes e o direito de se MANIFESTAR publicamente sobre assuntos políticos. Estão cansados de ver suas esposas baterem panelas ou acampar em frente ao Palácio do Planalto.

Dilma quer ver CPMF aprovada e diz que o povo deve 'trabalhar mais e reclamar menos'


No Chile, Dilma defende a ampliação da idade de aposentadoria, que quer ver a CPMF aprovada a qualquer custo e ainda disse que o povo deve reclamar menos, ser menos pessimista e trabalhar mais.

"É fundamental que trabalhemos um pouco mais. Mas não agora, não amanhã, não depois de amanhã. Eu acho que é o que pessoas temem", afirmou Dilma, antes de almoçar com a presidente chilena Michelle Bachelet.
A presidente convocou o País a se unir, criticou os pessimistas que "veem o copo meio vazio" e citou a Contribuição Sobre Movimentação Financeira (CPMF) e a reforma previdenciária como medidas que empresários e sociedade devem aceitar. (Estadão)


Fendas abertas na Constituição do Brasil

Será o que Brasil é um país desorganizado por culpa do povo ou dos políticos? Vejamos: diversos tipos de impostos você paga por mês. Quando os políticos assumem o poder seja lá qual for a estratégia utilizada, passam a usufruir de grande soma de dinheiro. Pode-se então, qualificá-los de “facção”.


O dinheiro que sobra do primeiro desconto do seu salário, você vai adquirir para sua sobrevivência, produtos e serviços. Esse é o momento do “descarte”, já que nesses produtos e serviços estão embutidos cerca de 50% de impostos. Daí, você se dá conta que grande parte do que lhe pertence, fruto de seu trabalho, sobrou muito pouco, ou seja, tomaram de você.

Suponhamos que você concorde com isso, então, você teria que ter um retorno no tocante à saúde, ensino, segurança, aposentadoria gratuita, etc.
Aí, você se dá conta que para obter aquilo que é obrigação do Estado, você tem que pagar tudo de novo: escola, plano de saúde, seguro contra roubo do seu carro, pedágio, previdência e por aí vai.

A indignação vai consumir sua tolerância quando chega a você a informação que em outros países sérios, você teria todos estes serviços de graça, ou seja, você ficaria com a maior parte do que produziu honestamente e o governo com a menor.

Dessa maneira, significa que você e outros milhões de pessoas entregam ao Estado a maior parte do dinheiro que conseguiram conquistar com seu trabalho. E, como você tem acesso à comunicação, toma conhecimento que a maior parte do dinheiro arrecadado pelo Estado passa pelo esgoto da corrupção, do desperdício, dos privilégios, dos cartões corporativos.

E, além de tudo isso, eles ainda têm a coragem de impingir ao povo mais arrecadação de impostos, tal como a excrescência da CPMF. E o que mais insulta é ver que o governo comunista-terrorista implantado no poder, investe na produção de bandidos que assaltam, matam e o estado sonega as informações verdadeiras sobre a violência.


Finalmente, você passa a entender que a tal “facção” criminosa é aquela que governa o País.

Sou brasileiro como você e tenho o privilégio de ter alcançado na minha vida profissional o destaque e o respeito do poder judiciário. Por este motivo ouso afirmar que a confiabilidade na quarta instância do Poder Judiciário, atualmente, deixa muito a desejar.


A aparência, faz crer, face a predominância dos “infiltrados” manejarem o estímulo  de abrir uma fenda na carta magna deste país, com a evidência indiscutível de prover julgamentos nefastos, a manter assim, ereta a permanência  da “dama do planalto”, sobrepondo-se às verdades sublimes, os demais direitos e garantias sociais e, aos honrados ministros integrantes da corte suprema, seus pares,  mais antigos, que sustentam em suas mãos a árdua tarefa de manter a  consciência do Estado de Direito democrático do Brasil.  


Por Laercio Laurelli – Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Professor de Direito Penal e Processo Penal, Jurista, articulista, Idealizador, diretor e apresentador do programa de T.V. “Direito e Justiça em Foco”.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Filosofia (impeachment) é uma coisa e realidade (Intervenção) é outra!


Tirando somente o PT, o Brasil estaria salvo?
E os passarinhos que comeram da ração?
É chamar o povo do que verdadeiramente é, ignorante! Com raríssima exceção.
Porque os pseudos paladinos das verdades não dão o nome de todos os participantes e co participantes?
Enfim, como tem gente leviana!
Vá, faça coro aos medíocres e oportunistas no dia 13/03, os opositores de araque agradecem a mão de obra barata!
Da mesma forma os que apoiam o impeachment , apoiariam os intervencionistas? Quando, onde, em que país?
Então qual a postura?
Deixar que eles se entendam e cheguem a conclusão óbvia, pois, trocar seis por meia dúzia e chamar a todos de tolos e idiotas !
Sabem qual é a solução hoje para o país, mais preferem enganar se!
Eles tem aversão aos intervencionistas, é fato! Em Copacabana ficou bem claro, mesmo com as faixas de intervenção militar escondidas por pseudos intervencionistas, a resposta foi notória. (os senhores não são bem vindos)
O movimento intervencionista cresce a cada dia, renovado e com pessoas com disposição,oriundas da descredibilidade do impeachment que não levaria o Brasil a nada .
É fato!

Como tem pseudos intervencionistas que já jogaram a toalha!
Apareceu de tudo, mulher selva, Hitler, falso coronel, futuros candidatos e etc ...
Pseudos que agora apoiam o mito deles. Mas, como governar um país com o sistema atual? Por decreto o cara seria um ditador, no toma lá da cá seria um corruptor, pedindo uma intervenção o cara seria um contraditório! Até agora ninguém ousou responder o meu questionamento!

Com o atual sistema o “mito”, por uma falha nas urnas fraudadas, se elegesse e não compactuasse com eles, seria “impeachmado” em tempo recorde.

35 partidos, como ter uma base aliada sem molhar o bico dos passarinhos?
Por amor ao “mito”, pelo amor de DEUS !
Acordem! Chega de picadeiro e de boa vontade, vamos trazer a questão para a prática, o Brasil não suporta mais aventureiros, mesmo que ele fale o que a grande maioria gostaria de ouvir!

Filosofia é uma coisa e realidade é outra!
E quem disse que a intervenção não irá acontecer?
Tem certeza?
Cuidado, não subestime a Fração que ainda guarda valores!
Vamos a luta, que de frouxos e covardes ando cheio, agora vem os pseudos intervencionistas de selva falar asneiras!
Chega de palhaços, picadeiros e seus súditos!
Nós somos Sentinelas Patriotas (texto de Adilson Braz)



Forças Armadas podem armar Milícias BOLIVARIANAS.

“Exercito distribuir armas para MST, seria um equivalente brasileiro ao que agora ocorre na Venezuela.”

Forças Armadas Bolivarianas poderão entregar armas para Milícias na Venezuela. “se o Exercito prometesse distribuir armas para MST seria um equivalente brasileiro ao que agora ocorre na Venezuela.”
A informação, distribuída em grandes jornais do planeta, mas sonegada por jornais brasileiros, é bem clara. O ministro da Defesa da Venezuela determinou que em caso de necessidade as Forças Armadas entreguem armas para milícias bolivarianas e, pior, qualificaram parte da sociedade como inimigos da revolução.
Um militar brasileiro, que prefere o anonimato, comentando sobre o assunto disse que: “Um equivalente brasileiro ao que agora ocorre na Venezuela seria se o exército Exército Brasileiro prometesse distribuir armas para MST e usá-lo para manter a ordem social, coisa que dificilmente aconteceria por aqui. Na Venezuela o governo convida a militância para se alistar e lutar pela revolução, o que acaba criando uma espécie de movimento social armado. No Brasil isso não ocorre. Os militares brasileiros possuem uma linha de pensamento bem diferente … Não acredito que entregaríamos armas para membros de uma milícia de base ideológica sem qualquer formação militar “
As milícias bolivarianas foram instituídas por lei e têm como parte de sua função a manutenção da ordem interna.

Veja: Gaceta oficial Nº 5.933 Extraordinario de fecha 21 de Octubre de 2.009. Funciones de la Milicia Bolivariana. Articulo 44: A Milicia Bolivariana tem como missão treinar preparar e organizar o povo para a defesa nacional e defesa integral com o fim de complementar o nível de apresto operacional das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas, contribuir opara manter a ordem interna, segurança, defesa…

Outra questão polêmica é o fato da milícia obedecer exclusivamente ao Presidente da República.

Ley Organica de la Fuerza Armada Nacional Bolivariana, de Gaceta Oficial Nº 39.359, de fecha 02 de Febrero de 2.010. *Gaceta oficial Nº 5.933 Extraordinario de fecha 21 de Octubre de 2.009.  Articulo 43.   La Milicia Bolivariana depende directamente del Presidente o Presidenta de la República y Comandante en Jefe de la Fuerza Armada Nacional Bolivariana en todo lo relativo a los aspectos operacionales a través del Comando Estratégico Operacional.
Documento distribuído pelo Ministro da DEFESA
De acordo com documentos recebidos pela jornalista Ronna Rísque, em um relatório dado aos oficiais do alto comando venezuelano, direcionado a orientar reações contra supostas ameaças à independência e soberania do país, devido, entre outras coisas a “ações internas e externas para a desestabilização do estado e conspiração, o chefe da Defesa deu uma série de instruções para oficiais da equipe Superior. A abordagem seria contra uma suposta ameaça “interna e externa implementada pelo governo dos EUA “através de uma estratégia de estado falido.
Trecho preocupante do documento dá a entender que a derrota nas eleições de 2015, nas quais Maduro perdeu maioria na Assembléia, foram resultado de ação dos EUA. O presidente, como quase todo líder autoritário, não consegue admitir que a sociedade o rejeita.

“Nós não podemos parar de imaginar grandes corporações internacionais com interesses em recursos naturais da Venezuela, empresas de financiamento e governos, ONGs e organizações sociais que desestabilizam a natureza, pressão geopolítica dos EUA para assegurar o controle da nossa pátria, por qualquer meio, usando como pretexto a restauração dos direitos humanos, da democracia, das liberdades públicas, a libertação de “presos políticos” e o resultado das eleições de 06 de dezembro de 2015 “
Em outro trecho o Ministro da Defesa diz que poderá ceder armas para as Milícias Bolivarianas.

“”Descentralizar todas as armas e munições possíveis, a fim de trazê-los para unidades e as pessoas, especialmente os membros das milícias bolivarianas que precisam de armas longas e munições para aumentar a sua prontidão operacional. Fazer o uso máximo das instalações existentes F.Armadas nacionais Bolivarianas…”
Sociedade Militar

Dá para entender agora, perfeitamente, o intuito de desmilitarização de nossas PMs (PEC 51/2013); atender interesses do Foro de São Paulo e transformar as milícias (MST e similares) em forças armadas contra o povo.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Ouse, FAÇA ACONTECER! 31 de março é o dia "D"


Senhores(as) patriotas, precisamos instigar esse povo para sair da redoma (toca), soltar o grito pela INTERVENÇÃO MILITAR, e mostrar que estão sendo levados como gado ao matadouro, para serem sacrificados indefesos. Esse sacrifício já está acontecendo. Eles acontecem em forma de execuções, de utilização de crianças, jovens e adolescentes como soldados do trafico, na falta de assistência medica/odontológica e hospitalar, em breve teremos o desabastecimento, e finalmente, a fome, a miséria, a prostituição, as drogas, formarão o quadro que hoje vemos em Cuba, Coreia do Norte, e outros países administrados pelos corruptos que escravizam o povo em nome de uma “pseudo” ideologia. Ó momento é de luta. Todo cidadão de bem, trabalhador, seja medico, Juiz, Promotor, advogado, engenheiro, contador, professor, faxineira, agricultor, etc, etc, nesse momento, todo cidadão deve se identificar como patriota que quer lutar por mudanças. Essas mudanças, não serão pra nós, e sim para nossos filhos, netos, bisnetos e demais gerações. Temos que preparar a terra, semear uma boa semente, para que ela venha dar bons frutos. UMA INTERVENÇÃO HOJE, LEVARÁ NO MINIMO 20 (vinte) ANOS, PARA RECOLOCAR O PAIS NOS TRILHOS, RECUPERAR O QUE DANTES HAVÍAMOS CONSTRUÍDO, ASSEGURAR O FUTURO, E PREPARAR O ALICERÇAR DE UMA GRANDE NAÇÃO. Ou nos unimos todos, numa só força, numa só luta, numa só batalha, ou seremos esmagados pelo poder dos gangsters que tomaram conta do nosso pais. Eles articulam de tudo, todo dia, todo momento, para não perderem o poder. INTERVENÇÃO MILITAR, pra eles, é uma desgraça. Serão processados, presos, julgados, condenados e até defendo a execução final para todos, com uma mudança na Lei, ou pelo próprio povo, na ausência desta. 
Agradecimento a Zedival Poeta.

Pois bem, temos a chance de nos manifestar ordeira e pacificamente com resultado fantástico, se nos unirmos nesta ação Intervencionista. Haviamos planejado uma manifestação impactante no CML (Palácio Duque De Caxias) mas, estendemos esta manifestação por outros logradouros importantes, como a antiga Escola Militar de Realengo (Praça do Canhão), Vila Militar chegando ao CML. Uma carreata representativa da marcha do General Mourão em março de 1964, será inesquecível, já que General Mourão estará representado num Jeep similar ao do EB na época.

COMPAREÇAM AS PORTAS DOS QUARTEIS. LÁ ELES ( corruptos) NÃO IRÃO. – ACORDA BRASIL, VAMOS A LUTA QUE A PATRIA É NOSSA. – INTERVENÇÃO JÁ.



Quer que aconteça? Então faça acontecer! Se acometa desta loucura que possuímos, pois, somos loucos de amor pelo Brasil.

Somos Sentinelas Patriotas

MST quer 'passe livre' para agir e pede pra Dilma vetar totalmente a 'Lei Antiterrorismo'


A guerrilha marxista, chamada de MST, quer passe livre para agir em todo o Brasil, mais do que já o faz e exige que Dilma 'delete' a Lei Antiterrorismo, diga-se de passagem, uma lei que pode ser usada apenas contra protestos anti-governo.


Veja a nota abaixo:
“O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra vem a público repudiar o projeto de lei enviado pelo Poder Executivo que tipifica o crime de terrorismo. A proposta é desnecessária e inconsequente. Infelizmente, soma-se a outras iniciativas de setores conservadores do Congresso Nacional que querem implementar uma escalada autoritária nas leis brasileiras, mudando inclusive a própria Constituição, como é o caso da maioridade penal.
Vivemos tempos em que tudo é criminalizado. Jovens pobres e negros são os maiores alvos da violência e de um sistema de Justiça criminal seletivo e com claro recorte de classe.
Por essa razão, ao invés de enviar projetos de lei que reforcem a escalada conservadora legislativa, o governo poderia começar por retirar do ordenamento jurídico entulhos autoritários como a Lei de Segurança Nacional que, vez ou outra, serve para criminalizar legítimas lutas sociais.
A proposta é desnecessária, por que já existem leis mais que suficientes para enquadrar qualquer eventual ação de grupos terroristas no Brasil.
O Estado brasileiro oferece mais polícia e menos Justiça indistintamente. O projeto de lei intensificará o que já tem sido aplicado aos movimentos e organizações sociais que lutam por seus direitos.
Acerca desse fato, destacamos a afirmação do relator especial para a Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos, Edison Lanza, acerca dos riscos em relação aos movimentos sociais.
Segundo o relator Lanza, ‘leis antiterrorismo muito ambíguas ou abertas têm sido utilizadas para criminalizar movimentos sociais no continente. A própria Corte Interamericana de Direitos Humanos condenou o Chile, em 2014, por usar sua lei antiterror contra ativistas do povo indígena Mapuche. A definição que está sendo construída no Brasil usa termos complicados, como extremismo político, ocupação de prédios públicos e apologia ao terrorismo’.
Por isso, o MST segue na defesa da luta, nas ruas e nas ocupações, reafirmando: lutar não é crime e nem terrorismo!
Exigimos que a presidenta VETE integralmente o projeto de lei 2016/2015 que tipificou o terrorismo.
Coordenação Nacional do MST”

Aldo REBELO leva ÁRABES para conhecer nosso sistema de MONITORAMENTO de fronteiras


Logo depois do carnaval uma gigantesca comitiva de representantes de países árabes visitou, a convite do ministro Aldo Rebelo, a Brigada de Cavalaria Mecanizada sediada em Dourados. Mato Grosso do SUL (MS). Lá é a sede do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (Sisfron). Em meio a comitiva estavam embaixadores e diplomatas da Arábia Saudita, Argélia, Catar, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iraque, Jordânia, Kuait, Líbano, Líbia, Liga Árabe, Marrocos, Mauritânia, Palestina, Sudão e Tunísia.
Aldo disse que o Sisfron “tem despertado interesse em todos os países”, como demonstrou a visita. “Ele pode ser adaptado às necessidades de outros países, e diplomatas que aqui estão vão relatar o que viram a seus governos.

O Brasil tem enormes territórios, espaço aéreo e marítimo, e queremos compartilhar nossa experiência com os países amigos”, ressaltou o ministro. O mais velho da comitiva, o embaixador Ibrahim Mohamed Khalil, da Palestina, agradeceu a ALDO REBELO pela oportunidade de conhecer nossos sistemas de DEFESA.
Aldo rebelo parece um ministro GENEROSO no que diz respeito a fornecer informações sobre nosso território, fronteiras e sistemas de monitoramento. Há algumas semanas ele convidou o Ministro da DEFESA da Rússia para realizar visita ao Brasil, conhecer nossa organização militar e nosso território.

Seria interessante a Rússia conhecer nossa doutrina militar de forma mais próxima e o reconhecimento do terreno, que é diferente“. Disse Aldo Rebelo quando realizou o convite por meio do embaixador da Rússia no Brasil.
Sociedade Militar

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

BRASIL RUMO A INTERVENÇÃO

O povo brasileiro, já foi tão manipulado, e ainda se deixar levar pelo cabresto desses esquerdopatas corruptos, salafrários, desavergonhados, que mentem, mentem e mentem, e fazem o povo acreditar na sua hipocrisia. 


Politica e religião no Brasil, são sinônimos de enganação. O povo até parece mulher de bandido, quanto mais apanha, mais pede para apanhar. Estamos vivendo o momento do cheque mate. A operação Lava Jato, trabalha na sombra das forças armadas, e vai tomando o rumo do bico do funil, de onde nenhum corrupto escapará de pagar pelos seus atos contra nossa pátria, amada e saqueada. Eles inventam uma saída a cada momento, para tentar escapar das Operações. O Impeachment vem sendo questão de banho maria desde 2013, apenas para enganar o povo e dissuadi-lo, do movimento INTERVENCIONISTA. 


Lembro-me bem, os principais articuladores do movimento da Intervenção, foram todos pescados pela inteligência desse desgoverno, que usou o PMB, e a Policia Militar, com promessas politicas dentro do partido, e empregos dentro da corporação, para afasta-los do movimento INTERVENCIONISTA. Agora, eles saem com uma nova bomba. Convocam no desespero o povo as ruas, para impedi-lo de se organizar pelo movimento INTERVENCIONISTA. A INTERVENÇÃO, é um pesadelo para todos eles; Aecio, FHC, Lula, Dilma, Alckmin, Serra, Collor, Sarney, Barbalho, e o resto da organização criminosa. TODOS SEM EXCEÇÃO, estão com o CÙ na mão, com medo que ela aconteça. Não adianta pular, espernear, tentar escapar, que ela virá, e vai pegar todos ladrões. 


O POVO PRECISA FAZER SUA PARTE, PARA DAR LEGALIDADE A INTERVENÇÃO. PRECISA ACAMPAR NAS PORTAS DOS QUARTEIS E GRITAR DIA E NOITE POR INTERVENÇÃO MILITAR. ISSO TEM URGÊNCIA. A ONU SE PREPARA PARA FAZER BOICOTE TOTAL AO BRASIL, E AI ESTAREMOS FERRADOS COMPLETAMENTE. É UMA QUESTÃO DE VIDA OU MORTE. OU LUTA AGORA PARA SOBREVIVER OU VAI MORRER DE FOME, COMO AQUELES CUBANOS QUE SE ACOVARDARAM DA LUTA A 50 ANOS ATRÁS. SÓ ASSIM, OS MILITARES TERÃO EM SEU FAVOR, COMO EM 1964, O AMPARO DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, PARA FAZEREM A INTERVENÇÃO. 

video

A hora é chegada, cada um, precisa reunir parentes, amigos, e convidar o bairro onde mora, para acamparem nas portas dos quarteis. Não se misturem com esses corruptos do movimento do IMPEACHMENT. Isso é mais uma farsa para dissuadir e enganar o povo, e afasta-lo da luta INTERVENCIONISTA.


Texto de Zedival Poeta.

Somos Sentinelas Patriotas