sábado, 22 de abril de 2017

O LIGA também está em São Paulo!

Marcelo Machado, Presidente Nacional LIGA e Hudson Uberti, Secretário Nacional Jurídico.

Link: LIGA

O Partido Liga é assim, um Partido diferente composto não por políticos, mas por pessoas dos diversos segmentos da Sociedade. Todos com uma preocupação em comum, os destinos de nossa Nação e sua recuperação diante dos estragos causados por 32 anos de governos descompromissados com o futuro do Brasil e das gerações vindouras.


Nos fortalecemos a cada dia e a cada dia uma dificuldade é vencida e objetivos alcançados. O interesse é grande, parte de pessoas com pensamento em comum que vislumbram no LIGA a possibilidade real do futuro hoje comprometido.


O auditório da Câmara Municipal da Prefeitura de São Bernado ficou pequeno diante da grandeza do que aconteceu ali.


Na pessoa do Sr. Bolívar Fundão Filho, o LIGA foi contemplado com um profissional altamente capacitado e dedicado à várias causas no Brasil e no exterior, como Presidente do Diretório Estadual de São Paulo. Diante disso, Bolívar dentro do seu potencial, superou nossas expectativas e enviou convite para as nomeações e posses de sua executiva no Estado de São Paulo.

video

Dentro de seu discurso admiramos ainda mais Bolívar Fundão, se mostrando uma pessoa da sociedade preocupada com a política ciência, a política arte; não tendo nenhuma relação com a política de Maquiavel, que se assemelha com a usada hoje por políticos inescrupulosos.
Além de cidadão preocupado e empenhado em mudar o destino do Brasil, Bolívar é também Presidente da Organização Bombeiros Unidos Sem Fronteiras. Link: BUSF

Uma associação especializada na realização de projetos de emergência para os impactos dos riscos naturais, com efeitos catastróficos, e realização de projetos de cooperação para o desenvolvimento de instituições Latino-Americanas de Incêndio desfavorecidas. 

video

O Presidente do Diretório LIGA em São Paulo indicou sua Executiva, que foi, que foi diplomada pelo Presidente Nacional do LIGA, Marcelo Machado.


Professor Galeno Rosa 

Colaborador de longa datas do Presidente do Diretório LIGA de São Paulo, o Professor Galeno Rosa foi o escolhido para auxiliá-lo, ocupando a Vice-Presidência do Diretório.


João Barbosa dos Santos

Seguiu-se com o nome de João Barbosa dos Santos para Secretário Geral LIGA no Estado de São Paulo e, 


Roberto Manoel Gomes Santander

2º Secretário Roberto Manoel Gomes Santander.


Fabiana Carrosini.

Tesoureira a Senhora Fabiana Carrosini.


Jeferson Vanderlei Vaz

Secretário Estadual de Inteligencia e Operações, Jeferson Vanderlei Vaz.


Marcio Souza Ribeiro

Marcio Souza Ribeiro como Secretário de Ação Social LIGA no Estado de São Paulo.


Giampiero Morelli

Giampiero Morelli, Coordenador da Baixada Santista.
E finalizando o Presidente Nacional LIGA empossa o Sr. Bolívar Fundão Filho Presidente do Diretório LIGA no Estado de São Paulo.


Cumpre o dever de constar nesta publicação a presença do Presidente do Diretório LIGA em Santa Catarina, Sr. Paulo Farias que, junto com sua família, percorreu horas de estrada para prestigiar este evento em São Paulo. O LIGA é amor pelo que se faz, é dedicação.

video
Paulo Farias

Finalizando, o Sr. Bolívar passou a nomeações dentro de suas atribuições dentro da Organização Bombeiros Unidos Sem Fronteiras (BUSF), que tão brilhantemente colabora, ajuda e salva vidas em todo o mundo.

video

No seu cavalheirismo e na certeza de colaboração reciproca, Bolívar Fundão Filho, Presidente Diretório LIGA São Paulo, agradeceu a presença da Executiva Nacional e do Rio de Janeiro ao evento na Câmara Municipal de São Bernardo.


Executiva do LIGA presente em São Paulo. Embaixo ao centro, Marcelo Machado Presidente, Segundo em baixo à esquerda Robson de Castilho Mathias Secretário Nacional de Ação Social, primeiro embaixo à direita Valeriano Tibúrcio Presidente Diretório LIGA/RJ. No alto da direita para a esquerda Alexander da Costa Presidente Diretório Municipal LIGA Belford Roxo-RJ, Wagner Passos Secretário Nacional de Finanças. Em cima da esquerda para a direita Alex Amorim Secretário Estadual LIGA RJ de Finanças, Hudson Uberti Secretário Nacional Jurídico e ao centro Rodrigo Carmo Secretário Nacional de Ideologia


E eu, Ricardo Oscar Vilete Chudo Secretário Nacional de Comunicação do LIGA.

Assim é o LIGA, um Partido que já nasce adulto, o Partido que nasceu da capacidade que a sociedade tem de se organizar para garantir seus direitos quando a política se tornou a coisa imunda que presenciamos hoje. Não somos políticos, somos a sociedade se organizando.


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Não se iludam, reagir é preciso!


Nós os estamos combatendo e mostrando a todos que queiram saber o quão nocivos eles são. A Justiça os alcançar? Sim, a Justiça está fazendo a sua parte com a Lava Jato, mas eles estão reagindo tentando barrar qualquer reação que lhes possa afetar e afastar das rédeas do governo e consequentemente dos cofres públicos onde se locupletam em detrimento de toda uma Nação que contribui financeiramente com quase a metade de seus salários.


Lei de abuso de autoridade, Anistia caixa 2 (dinheiro ilegal), Anistia de Crimes de Corrupção, Lista Fechada (Reeleição Garantida) e Continuidade do Foro Privilegiado. Estas são as contrapartidas da quadrilha que infesta os Poderes da República Brasileira.

Via democrática não há mais solução para limitá-los, pois os poderes estão nas mãos deles e em todas as esferas, editarão lei para prender Juiz ou Promotor que ousar lhes afrontar e, com o STF corrompido isso será muito fácil.

Portando pouco ou nada se pode fazer contra eles senão uma Intervenção com destituição de toda a podridão que deixamos que se apoderasse do poder.


video

Traficantes assassinado friamente duas meninas no Brasil, nada se comenta, nada se fala e, só tomamos conhecimento ao interceptar vídeos nas redes sociais.


Trazer islâmicos, liberar nossas fronteiras fornecendo todo aparato financeiro a estrangeiros de intenções duvidosas que sabemos já operam dentro do País é uma ameaça, mas, temos nossas próprias ameaças diárias sem que NINGUÉM dê a devida atenção, o TERROR já está há décadas entre nós e diariamente ceifam centenas de vidas de modo violento.


Tudo isso os satisfaz, desviam a nossa atenção. Não dá para nos deixarmos enganar, lidamos com bandidos.

video
Traficante com uma arma .30, calibre eficiente para perfurar blindados e até derrubar aeronaves, não estando a salvo nem os aviões comerciais que circulam em cima de comunidades dominadas pelo tráfico e fazem voo baixo na aproximação de aeroportos do Rio de Janeiro.


Foi com a conivência destes que hoje estão nos principais cargos do País que a violência se alastrou. Afinal, tráfico de drogas e de armas são os ilícitos mais rendosos da atualidade e não é o traficante da ponta, do varejo, com um fuzil na mão que arquitetou tudo isso.

Com a palavra o STF


Uma pergunta ao poder maior da Justiça brasileira: se no processo da Lava Jato, em inquéritos que estão sendo apurados sobre roubo de quadrilhas de corruptos e corruptores que destruíram o Brasil, delatores delinquentes delataram que medidas provisórias foram compradas, como este fruto do roubo pode ter validade? 
Investigações apontam que deputados serviam às empreiteiras, e não ao povo. Se todas essas medidas provisórias foram aprovadas com voto de corrompidos, não é próprio da lei que tudo seja anulado e que o produto do lucro obtido com estas MP seja retornado ao estado?

video
Policiais Civis e Polícia Rodoviária Federal invadem a Câmara dos Deputados.
Vale lembrar que na Argentina, durante o governo de Fernando de la Rúa, chegou a haver uma invasão à Câmara quando foi constatado que vários decretos tiveram seus votos comprados.


quarta-feira, 19 de abril de 2017

BRASIL ACIMA DE TUDO! OU NÃO?


O discurso do governo trata como absolutamente prioritária e essencial a reforma previdenciária para o Brasil entrar em rota de recuperação da economia. Diz, ainda, que a Previdência Social será inviável, dentro de poucos anos, se a reforma não for implantada nos moldes propostos que, por seu lado, exigem pesados sacrifícios para os aposentados.
Partindo da premissa de serem verdadeiras essas assertivas, ainda não convincentemente desmentidas, todas as categorias profissionais, sem exceção, teriam de sair do vermelho para sanar o problema. Isso em hipótese alguma significa ter de igualar todas as categorias profissionais, pois igualdade não é sinônimo de justiça. Se for assim, sugiro que as carreiras civis sejam igualadas à militar, perdendo grande parte dos seus direitos e assumindo os deveres da carreira das armas. Seria o mais vantajoso para a nação, mas provavelmente inviável, portanto, sejam levadas em conta as especificidades de cada carreira.
Sem ser especialista no assunto, acredito que a péssima gestão previdenciária – populista, eleitoreira, irresponsável, permissiva e patrimonialista – esteja no cerne do problema. A correção de tantos desvios e tamanha incompetência amenizaria, talvez em médio prazo, a alegada condição pré-falimentar em que se encontra a Previdência Social.
O pagamento das aposentadorias de todos nós, tenham o nome que tiverem, sai do mesmo cofre – o Tesouro Nacional. Ele precisa ter recursos para bancar esses pagamentos e, também, cobrir as necessidades de custeio de todas as demais áreas sob responsabilidade do Estado, bem como dispor de excedentes para investir onde seja vital à nação e a iniciativa privada não tenha condições ou atrativos para atuar. Se o rombo na Previdência impacta o Tesouro, a ponto de impedir que o Estado cumpra suas atribuições, algo precisa ser feito e será, reitere-se, com impacto em todas as categorias profissionais, inclusive do serviço público.
Ficam, então, as perguntas. Quem vem em primeira prioridade? O Brasil ou os interesses setoriais? Que carreiras ou segmentos dos Poderes da União têm aposentadorias deficitárias ou abusivas? O baixíssimo teto do setor privado é justo, se comparado às aposentadorias supramencionadas?


Por outro lado, é muito cinismo as autoridades dos altos escalões da União quererem impor a reforma começando pelas camadas de menor poder político. Como já escrevi inúmeras vezes: a sociedade "concordaria em arcar com um pesado ônus para ajudar o Brasil a sair do abismo desde que o andar de cima apertasse, e muito, o próprio cinto. Porém a liderança nacional, nos três Poderes da União, não entende que o exemplo vem de cima e é a base moral da autoridade. Nos altos escalões do serviço público, da União e dos Estados, existem megassalários turbinados por benesses complementares, cuja legalidade sem legitimidade afronta a justiça. A socialização equilibrada desse custo é a única forma de legitimar sacrifícios impostos a uma sociedade sem reservas para cortar".
A consequência desse mal exemplo, em uma nação cansada de ser enganada, menosprezada e humilhada por sucessivos e poderosos, mas desacreditados e corruptos comandos políticos (não merecem ser chamados de lideranças) é que cada segmento pensa em "defender o seu" sem pensar no futuro do Brasil. A sociedade, que precisaria ter responsabilidade cívica e compromisso com a Pátria, infelizmente apequenou-se e perdeu a altivez, que teve apenas um lampejo entre 2015 e 2016, quando a nação parecia ter despertado de um longo período de omissão. Vai se arrepender de ter abandonado aquele patriótico ímpeto moralizador.
Não se vê no comando político, em nenhum dos Poderes da União, disposição para mudar a nefasta maneira de conduzir o país, pois isso significaria abdicar de rentáveis posições e ilegítimas benesses. Se o fizesse, não haveria categoria profissional em condições morais de não aceitar rever algumas de suas regras de aposentadoria. Porém, faltam espírito cívico e patriotismo no comando político para tanto.
A salvação é a intervenção militar, diriam alguns. Ora, a nação não pode passar a vida sendo tutelada pelas Forças Armadas (FA). No período de 1964 a 1984, elas estiveram no governo, deram exemplos de patriotismo e compromisso, desenvolveram o país, se afastaram da influência político-partidária, que enfraquecia as instituições, neutralizaram a esquerda revolucionária em sua luta armada para implantar a ditadura socialista e redemocratizaram o Brasil. Resultado? Poucos anos depois a nação elegeu a mesma esquerda socialista para governa-la e esta, também no espaço de 20 anos, afundou o Brasil econômica e moralmente, desacreditou a democracia e perseguiu as FA visando desacreditá-las, de modo a facilitar a tomada do poder, no que fracassou.
O que o senhor fez para defender suas FA cidadão intervencionista? Nada! Portanto, não venha exigir que o soldado faça com fuzil e com sangue o que o senhor pode fazer com suor, vontade e coração patriota. Vá para as ruas e para as redes sociais exigir de seus representantes, de forma legal e legítima, que lhe ouçam por bem ou por medo de perder suas posições.
Cada um pense no dever pessoal com o Brasil, ainda que isso exija abdicar de benesses e situações confortáveis, mas assim pense, primeiramente, quem tem de dar o exemplo. Todos estejam cientes de que a crise brasileira, onde a questão previdenciária é um dos grandes problemas, pode levar à perda da unidade política nacional, pois haverá quem julgue, por engano, ser o gigantismo do país a causa de sua ingovernabilidade. Seria o certificado da falta de mérito das gerações atuais para herdar o grande país que nossos antepassados, com extraordinários feitos heroicos, nos legaram soberano e íntegro.
General da Reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva - Sociedade Militar

PARA OS PETISTAS LEREM ANTES DE DORMIR

Não sei quem é o autor mas é um texto perfeito:

Fora Temer, quem mais os petistas odeiam?


Todo mundo que participa do seu governo (ilegítimo, inconstitucional, fisiológico, entreguista, feio, bobo, golpista etc).
Compactuo do horror que os petistas têm ao Temer, ao seu governo, aos seus ministros.
Com a ressalva de que eu não votei no Temer. 
Eles, sim.

O Temer me caiu de paraquedas, me foi enfiado goela abaixo. 
Os petistas, ao contrário, escolheram-no. 
E não uma vez só, mas duas. 

Aceito o Temer como quem aceita uma injeção de Benzetacil.
Não quero, não gosto, é horrível – mas ou é isso ou a infecção generalizada. 
Respiro fundo, prendo o choro, xingo a mãe do moço da farmácia e toco o barco. 

Edison Lobão e Dilma

Como os petistas, não suporto olhar para a cara do Edison Lobão, nobre presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. 
Mas, ao contrário dos petistas, eu também não o suportava quando ele era Ministro de Minas e Energia de Lula e de Dilma. 

Eunício Oliveira

Compartilho com os petistas uma profunda antipatia pelo Presidente do Senado, Eunício Oliveira.  
Só que eles o achavam simpaticíssimo quando era Ministro das Comunicações de Lula.

Eliseu Padilha e Temer

Eliseu Padilha, braço direito do golpista, quem consegue confiar nesse sujeito? 
Os petistas, certamente – pelo menos enquanto foi Ministro da Aviação Civil da finada Presidenta. 

Geddel Viera Lima

Como não me solidarizar com os petistas no asco pelo Geddel Viera Lima, o do apartamento com vista pro mar em Salvador? 
Mas o asco deles é recente, só desabrochou depois que ele deixou de ser Ministro da Integração Nacional do viúvo de D. Marisa.

Romero Jucá

Ah, Romero Jucá, o surubático Romero Jucá...  
Impossível não ser tomado de ojeriza ao vê-lo, ouvi-lo, imaginá-lo. 
Exceto os petistas, que surubaram com ele sem pudor algum enquanto era Ministro da Previdência Social do Lula.

Silas Rondeau ao centro

E Silas Rondeau, encalacrado na Lava Jato, indiciado por tráfico de influência? 
Abominável, diriam os petistas - e eu concordo. 
Mas os petistas só acham isso depois que ele deixou de ser Ministro de Minas e Energia
De quem? 
Ganha um sítio em Atibaia quem adivinhar.

Moreira Franco e Dilma

E tem ainda Moreira Franco, estrategicamente nomeado pelo nefasto Temer apenas para adquirir foro privilegiado. 
Se bem me lembro, ele teve o mesmo foro como Ministro de Assuntos Estratégicos de Dilma, e ninguém falou nada. 

Eu não gosto do Temer, mas desde sempre.
Os petistas, esses só começaram a desgostar quando ele se cansou de ser um vice decorativo e resolveu partir para novos desafios e se reposicionar no mercado.

Por isso entendo quando entram transe (e em loop) com seu mantra “Fora, Temer”.

É que levaram  cinco anos para perceber que ele existia (e que existiam Moreira Franco, Jucá, Eunício, Rondeau, Padilha, Geddel), e só aí começar a ladainha.

Sabe como é, ficha de petista demora um pouco a cair."

Estes petistas são uns tremendos cara de pau e  estão longe da civilização, começaram um ataque pelas redes sociais sentando em cima do próprio rabo.
Deviam se recolher ao silêncio e deixar o País em paz.
É isto mesmo!

Parabéns pelo belo texto post de autoria desconhecida, foi na veia.


Porto de Mariel estratégico? Sim, para os comunistas!


Nos depoimentos da delação premiada, o empreiteiro Emílio Odebrecht narra um encontro que teve com o ex-presidente venezuelano Hugo Chávez, em 2007, em Caracas. Na conversa, Chávez, que morreu em 2013, pediu a Emílio que a Odebrecht construísse um porto em Cuba, como forma de ajudar o regime de Fidel Castro, morto no ano passado. O empreiteiro relata que concordou em fazer a obra, mas pediu ao presidente venezuelano que falasse com o ex-presidente Lula, para que o Brasil financiasse o projeto do Porto de Mariel.

“Chávez tinha uma relação muito intensa com Fidel, ao ponto de fazer preços camaradas na venda de barris de petróleo para Cuba. Ele me pediu que nós procurássemos viabilizar um programa de um porto lá em Cuba, porque era muito importante para os cubanos. Eu disse, olha chefe, nós trabalhamos nos Estados Unidos, um assunto desse de dinheiro, com tudo que Cuba tem de restrição, não é fácil viabilizar o esquema financeiro. Um pedido do senhor é algo que vou encontrar uma forma de atender. Agora, eu precisaria que o governo brasileiro estivesse engajado nesse projeto e também solicitasse [a construção do porto] a Odebrecht. Eu não gostaria de tomar essa iniciativa sozinho. O  senhor, que tem uma boa relação como presidente Lula, poderia ligar para ele e transmitir isso. De fato, Chávez fez a ligação. Logo depois desse encontro, o Lula me convocou dizendo que tinha recebido um telefonema do Chávez transmitindo o encontro que teve comigo e que estava na linha de apoiar o programa de Cuba do Porto de Mariel”, diz Emílio Odebrecht.
Segundo o empreiteiro, “em condições normais” nem a Odebrecht pensaria em fazer um porto em Cuba e nem o BNDES financiaria uma obra no regime cubano. Mas, como foi um projeto apoiado por Lula e Chávez, o próprio Lula teria manobrado para interferir nas decisões do BNDES e liberar o financiamento.
 comentei aqui que foi você, leitor, quem financiou a construção desse porto, que teria servido de hub para o comércio internacional de drogas e armas, inclusive abastecendo militarmente a Coreia do Norte. Tenho pouco a acrescentar. Queria apenas lembrar que muitos “especialistas”, daqueles que os veículos de mídia parecem encontrar diretamente no DCE das universidades ou nos diretórios do PSOL, deram entrevistas na televisão ou escreveram artigos na época defendendo a “importância estratégica” desse porto.
As primeiras imagens no momento em que parte do Porto Privado de Manaus desmoronou e levou várias carretas e contêiners para o fundo do rio, causando danos incalculáveis para as empresas do Pólo Industrial de Manaus.

Para o Brasil! Sim, essa turma cara de pau alegava que fazia sentido para nosso país bancar a construção desse porto cubano! O Porto de Mariel seria bom para os “interesses nacionais” segundo esses tremendos picaretas! Argumentos? Inexistiam, claro. Era pura forçação de barra, sofismo, mentira deslavada. A economia cubana é pífia, pois onde há socialismo, há apenas miséria e escravidão. O porto cubano não fazia o menor sentido econômico, portanto.


Mas lá estavam “especialistas”, em colunas nos maiores jornais do país, em entrevistas na GloboNews, justificando essa palhaçada, esse esquema podre. Maria Silva Bastos, atual presidente do BNDES, não revelou a caixa preta do banco ainda, quem autorizou os empréstimos, quais são os acordos, lembrando que além da pouca vergonha em fechar esse acordo, ele ainda foi colocado sob sigilo, novamente com o pretexto de preservar os “interesses nacionais”.
Agora tudo fica mais claro, até para quem é meio ceguinho (pois já estava bem claro para quem tinha dois neurônios). O Porto de Mariel em Cuba, bancado pelo nosso BNDES, era um pedido pessoal de Hugo Chávez, o tirano da Venezuela e camarada do ditador Fidel Castro e do projeto a ditador Lula. Os três eram os líderes do Foro de São Paulo, organização criada para resgatar na América Latina o que havia sido perdido no Leste Europeu, ou seja, o comunismo. Mas comunistas não mais existem, não é mesmo?
E eis que a maior empreiteira do país construiu o porto, com dinheiro do maior banco de fomento do país, um banco estatal. Ou seja, foi o trabalhador brasileiro, aquele que fica horas em um transporte público caótico para chegar em casa e no trabalho, que morre em filas de hospitais públicos caquéticos, que precisa colocar seus filhos em escolas públicas que trocam o ensino pela doutrinação ideológica, foi esse trabalhador que teve que pagar pela farra dos comunistas!
O Porto de Mariel era bem estratégico sim… para os comunistas do Foro de São Paulo! Nem uma quitanda nacional teve suas exportações aumentadas por conta da construção desse porto. Mas ele encheu o bolso de corruptos, irrigou o caixa dois da quadrilha petista, e ajudou bastante os ditadores comunistas, inclusive levando armas para o coreano maluco. Defender o comunismo em pleno século XXI é coisa de quem não tem caráter. E defendê-lo com o uso de máscaras, como se comunismo não fosse comunismo, é ainda pior, pois dissimulado.
Onde estão aqueles “especialistas” que foram na imprensa defender esse projeto criminoso? Serão cobrados por isso? Serão ao menos ignorados pela grande mídia? Até parece! No Brasil não funciona assim. Serão convidados novamente, e chamados de “especialistas” uma vez mais, como se nada tivesse acontecido. Felizmente temos as redes sociais para combater essa “fake news”…
PS: O Google pelo visto faz o jogo sujo dos comunistas. Se você digita “Lula, Chávez e Fidel” e faz uma busca por imagens, toda a primeira fila que aparece é daquela foto com FHC e os dois tiranos comunistas. Não que FHC seja o oposto dessa turma, pois não é. O tucano é apenas um socialista mais light e civilizado, com perfume francês, que até admira essa corja. Mas por que diabos a busca por Lula com Fidel e Chávez leva a uma foto com FHC em seu lugar?!
PS2: Vamos ver alguns exemplos de pessoas ou entidades que defenderam a “importância estratégica” desse porto, um pedido pessoal do tirano da Venezuela. Temos um editorial do GLOBO indo nessa direção, “mas” pedindo maior transparência; temos o Brasil171, digo, o Brasil247, que obviamente repetiria o que o PT diz e hoje todos sabem bem o motivo pela Lava Jato; da Carta Capetal não se poderia esperar outra postura, também por milhões de motivos expostos pela Lava Jato; e até um diretor da FIESP, que só esquerdista acha que é um ícone do liberalismo, dando mil “argumentos” para explicar que Cuba será a próxima China, uma potência latino-americana:

terça-feira, 18 de abril de 2017

Não haverá terceira Guerra Mundial!

O Carl Vinson [foto], porta-aviões que os EUA mandaram para o Mar do Japão, é um de uma frota de dez. Tem uma tripulação de 6 000 homens e transporta até 90 aeronaves. Basicamente, toda a aviação de caça da FAB, excluídos os turboélices, cabe nesse único porta aviões. Toda a força de ataque do Carl Vinson pode estar no ar em menos de 45 minutos. Os reatores nucleares dele têm o dobro da potência de Angra-1.

USS Carl Vinson (CVN-70) no porto de Pearl Harbor, Havaí. 

Para comparação, a Rússia tem um porta aviões. A China tem dois, sendo um deles uma sucata soviética. O Brasil tinha um, o São Paulo, uma velharia francesa da década de 60, que passou dez anos em reformas e foi sucateado pela Marinha há dois meses.

A gente se acostumou tanto nos últimos oito anos com uma América fraca e covarde, que perdemos o senso de proporção. Trump jogou uns mísseis no quintal da Rússia e teve gente que começou a estocar água, mas o Putin, que era o dono do mundo há seis meses, foi comprar cigarros e ainda não voltou. França e Alemanha, lideradas por políticos progressistas que fizeram cara de nojo para o Trump, já falaram "tamo junto" assim que as primeiras bombas explodiram na Síria. A Rússia está numa pindaíba comparável à nossa, com o agravante de que dois terços do que eles exportam é petróleo e gás natural para países da OTAN.

Os EUA mandam o strike group 1 inteiro para a península coreana, e ontem pela primeira vez os norte-coreanos fizeram a sua parada militar em homenagem a Kim Il-Sung SEM um representante chinês. Nas últimas semanas a China endureceu o discurso contra os norte-coreanos, e posicionou cento e cinquenta mil soldados na fronteira com a Coreia do Norte. Eles não estão lá para defender a Coreia do Norte de um ataque americano, eles estão lá para, se necessário, invadir a Coreia do Norte. Setenta por cento da economia chinesa é atrelada à dos EUA, e o lema deles é "faça comércio, não faça guerra (com os EUA)".

Você pode até ter birrinha contra os EUA (contra o Trump), mas eles estão esticando os músculos e não existe absolutamente nada que possa impedi-los. Você pode achar que o mundo não precisa de uma polícia na forma de uma nação, mas eles assumiram esse papel e têm os meios para tanto, e, sinceramente, é (muito) melhor que sejam eles do que algum califa usando gás sarin, algum gordinho complexado e nuclearizado, ou alguma organização globalista com uma agenda oculta.

Texto: Rafael Rosset - caoquefuma