segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Como será a presidência de Jair Bolsonaro?

Dentro de suas polemicas entrevistas e discussões com “debilóides” esquerdistas na Câmara Federal, Jair Bolsonaro segue satisfazendo a Direita Brasileira, sem duvida a maioria dentre os eleitores. Desponta com vantagem como preferido nas eleições presidenciais de 2018.


Manda às favas o “politicamente correto”, que dentro de uma conspiração, divide para enfraquecer. Mas tudo isso já é passado, mesmo esquerdistas com senso de juízo já perceberam que a jogada é falha.



Agosto de 2018. Inicio da propaganda política, o que nos será apresentado? Época de campanha política as pesquisas muitas vezes nos mostram quem deve morrer. A história nos remonta a isso.

video

Se eleito, como será o governo de Bolsonaro? Não vejo seu plano de governo, não vejo seus ministros. Não vejo nada além do que, graças a ele, despertou a curiosidade em saber a verdade sobre essa “esquerdopatia” que tomou conta do Brasil.

Sem uma base aliada, com um Congresso corrupto e sem nomes para seus ministérios; não conseguirá governar. Mais uma vitima perfeita, seja por "acidente", atentado ou por um impeachment irregular.

Tudo me leva a crer que, eleito, Bolsonaro passará por um processo sumário de impeachment arquitetado pela esquerda brasileira encrustada no Congresso Nacional, um impeachment com não mais de seis meses na presidência.

video

O ultimo rito de impeachment foi escancarado, desobedeceu ao que dita a Constituição no tocante a inelegibilidade, deixando a condenada bem a vontade para se lançar candidata a qualquer cargo eletivo. Com Bolsonaro garanto que será bem mais severo, toras as regras serão ultrajadas para afastá-lo o mais rapidamente da vida política do País. E é ai que pode haver a Intervenção Militar à pedido dele. Ou aguardar os "acontecimentos".



Mesmo contrariando as pesquisas, que apontam Lula na liderança, Bolsonaro deve ser eleito em primeiro turno, não havendo o questionar aqui ou lá fora um pedido por parte dele de uma Intervenção Militar.

3 comentários:

  1. Com urna eletrônica até o Pato Donald pode ser eleito se for conveniente.

    ResponderExcluir
  2. Qualquer candidato a concorrer a presidência em 2018 com ranço de esquerda será mau recepcionado pela população brasileira. Para isso é preciso esclarecer a população do mal que essa gente promoveu no país. O ex-presidente Lula na liderança das pesquisas, é, sem sombra de dúvida o analfabetismo ignorância política do nosso país.

    ResponderExcluir
  3. Se o Dep. Jair Bolsonaro for eleito presidente e nomear uns 20 generais das 3 forças tanto da ativa quanto da reserva como ministros eu duvido que inventariam um impeachment contra ele! Lembrem-se que estes politicos safados e vagabundos que temos no legislativo, são todos uns cagões, não acredito que peitariam Bolsonaro presidente.

    ResponderExcluir