domingo, 1 de janeiro de 2017

Pezão veta redução do próprio salário

Governador havia enviado proposta de redução de seu salário junto ao pacote fiscal

O pacote de medidas e cortes do governo do Estado do Rio não alcançará o salário do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), se depender dele próprio. O Diário Oficial publicou nesta sexta-feira (30) veto de Pezão à proposta de redução de seu próprio salário.
Inicialmente, o governador havia enviado à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) a proposta de redução de seu salário junto ao pacote fiscal do Executivo. Pela proposta, os salários do chefe do Executivo, do vice, dos secretários e dos subsecretários teriam corte de 30%.
Na justificativa, Pezão argumenta que vetou a redução de salário já que a Alerj devolveu o projeto que criava alíquota previdenciária extraordinária de até 30% para servidores ativos e inativos. A oposição ao governo na Alerj, promete, porém, uma articulação para derrubar o veto do governador.

Jornal do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário