quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Villas Bôas mostra sua total submissão.


Presidente da República recebe bastão de comando em Reunião do Alto-Comando do Exército.

Brasília (DF) – O Presidente da República, Michel Temer, visitou o Quartel-General do Exército, Forte Caxias, no dia 21 de fevereiro, durante a 310ª edição da Reunião do Alto-Comando do Exército Brasileiro. Ele recebeu, das mãos do Comandante do Exército, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôasum bastão de comando, simbolizando o comando supremo das Forças Armadas, atribuição constitucional do Presidente da República.


O evento contou com a presença do Ministro da Defesa, Raul Jungmann, do Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General de Exército Sérgio Westphalen Etchegoyen, e do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira.

A Reunião do Alto-Comando congrega, durante uma semana, ao menos seis vezes por ano, todos os oficiais-generais de Exército, último posto da carreira na Força Terrestre, em tempo de paz. Os encontros discutem temas relevantes para a Força e, na edição de nº 310, a principal pauta é a promoção de generais.

“Ao receber esse bastão de comando, eu tenho uma responsabilidade maior. Ao dizer ‘muito obrigado’ aos senhores, digo no sentido literal. Com essa simbologia que me foi entregue, eu me sinto mais obrigado a cumprir, adequadamente, as minhas funções, como o fazem permanentemente as Forças Armadas do País”, declarou o Presidente Michel Temer aos oficiais-generais presentes.

O bastão de comando simboliza a autoridade que possuem os comandantes, sendo símbolo do posto de oficial-general. No Exército Brasileiro, o objeto é feito de pau-brasil.

Noticia do Exercito

Sim, constitucionalmente o Presidente da República é o Comandante em Chefe das Forças Armadas, o que não significa que realmente tenha a capacidade de exercê-lo. O Bastão de Comando, também simbólico, gerou interpretação de total submissão das Forças Armadas às decisões deste presidente cada dia mais impopular.


2 comentários:

  1. Pra que essa campanha contra o Exército? Vc está ajudando o nosso inimigo.

    ResponderExcluir
  2. Bem, não há n o texto nenhuma menção que desabone nosso Exercito como instituição, há referencia sobre seu comandante. Desde a década de 60 os comunistas infiltram seguidores em todas as instituições e as FFAA não são exceção. Um jovem que adentrou numa escola de formação de oficiais no inicio da década de 70 hoje, se não identificado, já galgou o ultimo posto.

    ResponderExcluir