sexta-feira, 3 de março de 2017

AOS MILITARES DO ALTO COMANDO


Eu sou um coronel reformado, mais velho do que todos os senhores, que estão na ativa. Para falar a verdade, sou MUITO MAIS VELHO do que todos.

Conheci todos os meandros das lutas travadas contra os comunistas, desde antes mesmo de 1964.


Hoje, por não empunhar mais uma espada, luto com a arma que me sobra: a experiência, que procuro transferir para os mais jovens por meio de textos e videos.


Tenho testemunhado dia a dia o crescimento do número de brasileiros que clamam por uma Intervenção Militar, da mesma forma que observo as poucas respostas que emanam das autoridades militares, sempre “batendo na tecla” de que as Instituições estão funcionando, e o povo não precisa ser tutelado.

Todos sabemos que a verdade não é bem essa:


Vimos o Presidente do Supremo, sentado na Presidência do Senado para decidir sobre o Impeachment da Presidente Dilma, rasgar publicamente a Constituição do Brasil, dividindo uma cláusula indivisível, para manter a Presidente impedida com os direitos políticos.
Isso foi feito sob os nossos olhos incrédulos... Mas foi feito.


Vimos o Senado sabatinar e aprovar Ministros para o Supremo cujo passado o contra-indicava gritantemente.


Todos sabemos que o Congresso está coalhado de gente comprometida com as delações de empresas que já confessaram a corrupção e até devolveram quantias inimagináveis aos cofres públicos, em prova mais que cabal de que o processo existia – sim.
Agora, vemos o Governo ampliar em número a Força Nacional de Segurança, que todos sabemos ser inconstitucional, enfraquecendo as FFAA.


O povo está vendo isso, ou – pelo menos – o povo que conta.
Para os que me leem ou veem, a minha posição foi sempre muito cristalina: eu jamais achei que uma Intervenção Militar viria, porque sei que a Direita está em ascensão no mundo, e a Esquerda em queda, o que terá desdobramentos no Brasil, sem sombra de dúvida.

Estou certo de que o próximo Presidente será de Direita, e todas as nossas aflições serão amainadas.

O problema é o tempo... O tempo, ou o fôlego, para chegar até lá.
Os senhores, Generais do Alto Comando, não tem o poder de mexer com o tempo, mas tem o poder de soprar esperanças nos corações brasileiros.



Para isso, não precisam intervir, não precisam fazer grandes discursos, e nem tomar partido.
Basta que digam – não em “petit comité” - mas gritando aos céus:


A NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÁ VERMELHA.


Enio Fontenelle, Coronel

Um comentário:

  1. DIA 13/03/2017 VAMOS FECHAR O CONGRESSO NACIONAL E MARCAR NOVAS ELEIÇÕES COM POLÍTICOS FICHAS LIMPAS.

    ResponderExcluir