sábado, 8 de abril de 2017

Além de ler é preciso entender.


Só para quem sabe ler!!!
Era para ser um post de refutação à esquerdinhas caviar, mas virou textão! 
Só para quem tiver saco! Kkkkk
"Considerando que você me marcou no debate/embate, tentarei refutar afirmativas feitas aqui:
1. A polícia que mais mata X a polícia que mais morre;
No que tange sermos a que mais morre não tenho dúvidas, já quanto a que mais mata seria necessário conhecer os números, mas uma coisa é certa, considerando que no RJ mais de 6200 pessoas foram mortas ano passado, execetuando os "autos de resistência", temos os seguintes números (dados do ISP).
6200 homicídios dolosos
36 mil presos
18 mil presos armados
900 autos de resistência
Ou seja, numa leitura simples, temos a "polícia que mais mata", sendo responsável por menos de 12% dos homicídios dolosos, enquanto as "vítimas do sistema", respondem pelos outros 88%, mais uma observação interessante, ano passado foram 18 mil ocorrências com marginais armados, dos quais apenas 5% resultaram em mortes, mesmo a "violenta" PMERJ tendo apreendido quase 400 fuzis, armas de guerra...

Seguindo nas refutações:
2. Mesmo que os disparos que atingiram a Jovem Maria Eduarda tenham sido disparados pelos policiais, o alvo eram os marginais armados e que de fato foram atingidos, há sim uma possibilidade dos projéteis terem atingido os marginais e furado a parede da escola e ceifado a vida da adolescente, mas para isso existe uma previsão legal no ordenamento jurídico brasileiro e não cabe culpabilidade aos policiais senão na culpa e não no dolo!

3. "Como as autoridades do Estado e Município se reuniram admitindo erro da PM?"
Bem parto da premissa que o RJ não tem autoridade! Tem no máximo uma meia dúzia de oportunistas que "falam o que lhes é conveniente", naquele momento, sempre pensando na sua auto promoção política, mas nunca preocupados com o bem estar coletivo!
É fato inegável que uma morte de um inocente num confronto é algo abominável! Mas é forçoso lembrar que policiais não fazem a POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA, e sim a cumprem!

4/5 - Para falar de tal assunto quero lembrar de dois itens:
"Guerra contra as drogas" - nada mais é do que uma falácia afirmar que em algum momento na história desse país houve alguma guerra contra as drogas!
Isso porque quando Richard Nixon lançou esse slogan na década de 70 nos EUA, o país estava mergulhado nas drogas e com a criminalidade altamente violenta, surgindo cartéis em todo o país e suas ações não envolveram apenas lançar a polícia contra os marginais e sim uma TOTAL REFORMULAÇÃO DO SISTEMA PENAL, LEGAL e CRIMINAL NORTE AMERICANO, o Brasil passou longe disso! Nosso código penal é de 1940 com muitos retalhos que nunca tiveram a intenção de fortalecer a persecução Criminal "investigação" e nem tratar o marginal como psicopatas que são e sim "pobres vítimas excluídas"! Antes que digam que "prender não resolve" quero lembrar que:
Os EUA têm 2 milhões de presos, a maior população carcerária do mundo, mas tem 304 milhões de habitantes e APENAS 15 mil homicídios, enquanto o Brasil...
750 mil presos, a 33° posição em números relativos/habitante e 64 mil homicídios, ou seja, se nosso sistema funcionasse teríamos que ter no mínimo 64 mil presos à mais todos os anos, fora os crimes de drogas e contra o patrimônio!
Resumindo, não prendemos NINGUÉM e os que estão presos essa justiça aparelhada ideologicamente ainda faz questão de SOLTAR!!!
Lembrando que o bem maior é a VIDA, não importa quantos delinquentes tem que estar atrás das grades para a POPULAÇÃO DE BEM VIVER EM PAZ!
Para finalizar, quero lembrar de alguns fatos da HISTÓRIA FLUMINENSE E BRASILEIRA:
A primeira facção criminosa do Brasil nasceu no Rio de Janeiro e com a "bênção e apadrinhamento" dos guerrilheiros leninistas-marxistas, que ao serem confinados no presídio da Ilha Grande, passaram a doutrinar marginais comuns para se organizarem e resistirem à presença do Estado..."paz, justiça e liberdade", lembra alguma coisa? Rs
Pois bem, na década de 80 temos quatro fatos marcantes que se interligam, uma visita do "estadista" colombiano Pablo Escobar, a abertura política do governo militar, a ascensão ao poder de Leonel Brizola e o "rito de passagem" da Falange Vermelha para Comando Vermelho e sua entrada no "negócio" das drogas, se tornando varejistas na distribuição da cocaína vinda da...(acertou quem disse Colômbia"! Mas é claro, dirão os céticos que "Brizola nada teve a ver com isso", a não ser o fato do mesmo ter entregado TODAS AS FAVELAS nas mãos do narco tráfico, quando proibiu a entrada da Polícia nas favelas!
Já na década de 90 temos as ascensão da doutrina dos direitos humanos na PMERJ na figura de Carlos Magno Nazareth Cerqueira que completando o "trabalho" do primeiro governo Brizola em ENGESSAR a Polícia Militar em suas ações, curiosamente foi nessa década que começou a resistência armada à entrada do Estado na figura da Polícia, nos morros cariocas, tudo seguindo os moldes de guerrilha idealizados por Carlos Marighela, outro "militante anti facistas" rs.
Para finalizar II - Freixo não é um mero "defensor de bandidos" em troca de votos, não! Chamá-lo disso é rebaixar sua importância na hierarquia do projeto de implantação do NARCO ESTADO BRASILEIRO!
Freixo ou Frouxo, como carinhosamente é chamado no meio policial, defende a legalização das drogas como forma de "por fim à guerra"...mas ora, como assim?
Estamos no Brasil, os impostos aqui correspondem à 40% da carga tributária de qualquer mercadoria, e a droga sendo legalizada passaria à custar mais caro nas farmácias do que nas bocas de fumo, que viciado é burro nós sabemos, mas maluco à ponto de pagar 14 reais numa trouxinha que custa a metade do preço na favela? Essa lógica até pode valer para os viciados da zona sul, que compõe a maior parte dos eleitores do Freixo, só assim para defender tal proposta (poder fumar em Paz e depois defecar no face)! Outro questionamento, que até o nosso amigo Sant'ana sabe com seus "5 minutos" de Polícia é que a economia do tráfico nas favelas é mantida pela venda da cocaína e quem em sã consciência vai propor legalizar uma droga tão poderosa e nos transformar numa nação de zumbis? Mais uma estaríamos também no dilema imposto e saúde mental da população, portanto manter essa lógica só serve para os maconheiros da "elite" fumarem em "pas", defender tais bandeiras é uma covardia com o povo que não tem conhecimento para questionar!
Para finalizar III - Quero lembrar da NARCO ALIANÇA chamada Foro de São Paulo, implantada em 1989 por Lula (Moro vem aí) e Fidel (que o diabo o tenha), onde ambos traçaram uma estratégia de apoio mútuo para a tomada de poder na América Latina, onde os maiores produtores de cocaína, que chegam a valer como comodities, quais sejam, Colômbia (território das Farc - amigos do Lula, Beira Mar e Odebrecht), Peru, Bolívia, do cocaleiro Evo Cheirales e Venezuela, do mega traficante Nícolas Maduro foram tomados pela esquerda para cumprirem seu papel na economia do Pó com o apoio e chancela do PT, PSOL, PC do B, entre outros falsos conservadores, cumprindo assim uma etapa para a implantação do narco estado e do socialismo bolivariano, "libertando as nações" cocaleiras do imperialismo ianque e nos levando à uma era de prosperidade numa economia baseada em baseados e cocaína e no caos causado pelas drogas para aí então atender aos desígnios de Antõnio Gramsci e da Escola de Frankfurt...mas para não perder o foco, CLARO QUE A CULPA É DA PM, racista, fascista, desenhista, taxista!"


Nenhum comentário:

Postar um comentário