sexta-feira, 7 de abril de 2017

Tadinho, é "vitima" do sistema.


Então o filho sai de casa dizendo: “Mãe, vou pra escola”. A mãe e talvez o pai também, ambos sem ocupação laboral, se limitam a olhar a criança sair com a camiseta da escola, não se importando em momento algum em vigiar seus passos para saber o que está realmente fazendo. Nem mesmo comparecem a escola para saber sobre seu desempenho escolar.


Então, o “dimenó” sem vigilância, além da roupa escolar leva também um revolver na cintura e, inspirado no discurso esquerdista de que ele é uma “vitima” da sociedade, um coitadinho que tem o “direito” de se apropriar dos bens das pessoas de mais recursos e que trabalham.


Talvez por uma droga ingerida, não raciocina direito e resolve se “apropriar” de uma motocicleta que tanto deseja ter. SE “PHUDEU”! Tava próximo ao 41º BPM! Foi contido e detido.



Poderia ser mais uma matéria de capa de jornal intensamente explorada pelos esquerdistas de plantão. A polícia profissional o deteve são e salvo, mesmo estando o “dimenó” armado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário