terça-feira, 2 de maio de 2017

A imprensa vermelha e sua paixão pelo delito social....


62 policiais mortos no RJ e o máximo que a imprensa faz é atualizar a contabilidade a cada nova morte. "Morre o 55 policial no RJ", "Esse é o 56 policial morto", "já são 57 policiais mortos esse ano no RJ" etc Como se torcessem para o número aumentar.


Cobertura completamente diferente da que é dada quando um maconheiro black bloc entra na porrada e vai parar no hospital.


De sexta feira pra cá, eu já conheci nome, endereço, nome do pai, da mãe, da tia, sonhos de ser astronauta, paixão por cachorros do "jovem" atingido na cabeça por uma paulada de um policial em Goiás, sem contar nas 54365 vezes em que as reportagens se preocuparam com a questão de encontrar o autor da paulada.

Será que é choro e lamentação descabida da minha parte ou faz algum sentido pra vocês?
Renato Bianchi

Um comentário: