quarta-feira, 17 de maio de 2017

O MÍNIMO que você precisa saber sobre o ISLAMISMO!


Entender o que é sharia e o que é Kafir é fundamental para saber quem são os islâmicos e o que nós somos para eles!
O que somos porque, para islamitas, nós ocidentais somos coisas! Islamitas podem estuprar as mulheres e decapitar os homens ocidentais em público. A crença islamita diz para eles fazerem essa maldade!
Apesar dos islamitas virem para o nosso país onde temos as nossas leis e costumes, portanto, islamitas são os invasores, eles obedecem à lei sharia e nos consideram kafir, o pior dos animais, o que justifica eles nos assassinarem!


O islamismo já assassinou 10 milhões de budistas, 120 milhões de africanos, 139 milhões de cristãos e 400 milhões de hindus além de incrédulos, judeus, apóstatas e muitos outros. São mais de 669 milhões assassinatos.

Usam a mentira como arma!
O vídeo a seguir explica a esquerda ser uma farsa para facilitar o domínio do islamismo.

Sharia, Charia ou Xaria – é o corpo da lei religiosa islâmica. O termo significa "caminho" ou "rota para a fonte de água", e é a estrutura legal dentro do qual os aspectos públicos e privados da vida dos islâmicos são regulados, para aqueles que vivem sob um sistema legal baseado na fiqh e para todos os muçulmanos onde quer que vivam. A sharia detalha como se comportar frente aos diversos aspectos da vida cotidiana, a política, economia, bancos, negócios, contratos, família, sexualidade, higiene e questões sociais.
Kafir (plural, kufar – pronúncia káfir ou cafre, este último usado por Luís de Camões) – termo pejorativo que se refere aos infiéis, quem se recusa a aceitar a Sharia. O Alcorão retira a humanidade do kafir ao dizer que é “a mais vil das criaturas.”
Taqiyya (ou Muda'rat) – Conceito teológico islâmico permite ao muçulmano mentir se a mentira ajudar a propagação do islão (ver termos correlatos: kitman, muruna, tawriya, taysir e darura). 
Suecos em pânico ao receber, em suas caixas de correio, cartas concedendo três dias para converterem-se ao Islã ou serem decapitados.

Estado Islâmico cria leis autorizando o assassinato, como o de crianças com síndrome de Down e outras deficiências. Só nos primeiros meses de 2017, 38 crianças foram mortas com injeção letal ou por sufocamento.


O mapa mundial mostra uma dissimulada guerra civil mundial: os Cristãos são perseguidos e assassinados nos países islâmicos enquanto os países cuja maioria ainda é cristã são invadidos e dominados por crescentes levas islamitas incentivados por pretensos humanistas os quais, invariavelmente, só defendem a bandidagem…



Nenhum comentário:

Postar um comentário