quarta-feira, 31 de maio de 2017

Rejeição das contas por parte do TCE-RJ é tentativa de 'delação' pelo que não fez com Cabral


A rejeição das contas do governo Pezão pelo TCE-RJ, por ter sido unânime, claramente é uma tentativa de "delação" pelo que não fizeram com relação ao governo Sérgio Cabral. Após terem ficado presos tanto tempo, não devem querer que suas penas aumentem. Fizeram como Brutus: apunhalaram para não serem apunhalados.

Surpreende o comportamento humano nesses momentos de crise moral em que vive o país, e principalmente nesse estado onde o roubo não pode ser considerado roubo, e sim assalto com latrocínio. Assaltaram, e as mortes por falta de remédios, por falta de atendimento nos hospitais e até por falta de emprego também são de responsabilidade da delinquência que se instalou no Rio de Janeiro, no governo Cabral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário