sexta-feira, 30 de junho de 2017

A caminhada do guerreiro


Muitas coisas aconteceram e estão acontecendo. Entretanto, tão somente aprendi andar para frente, não consigo andar ou voltar para trás, ao bem da verdade, muitas vezes tive que recuar para não cair. E mesmo andando com dificuldades com passos curtos segui sempre em frente, pois minha caminhada é longa e sempre de pé vou em frente. Pois, meu destino eu construo nesta estrada que me leva a encontro de algo que não compreendo muito bem ainda, mas sei que é algo superior a minha compreensão humana.

Caminho por esta terra onde existem várias estradas. A minha estrada é para mim a única, pois ela se aproxima muito de minha compreensão real do sentido da vida e do Ser.

Então, como buscador sigo em frente e me tornei Guerreiro nesta caminhada e a cada passo longo, curto ou até quando recuo me torna mais forte.


A cada movimento na caminhada vejo feras e guerreiros tombados ao chão, uns já mortos, uns agonizantes, outros convalescendo. Aos guerreiros que tem a marca da cruz estendo a minha mão, mesmo que este gesto aparentemente atrase minha caminhada. Entendo que cada gesto desses sou fortalecido pela luz da cruz.

Sou um guerreiro da paz e do amor. Mas, nem sempre o retorno é o mesmo, alias, na maioria das vezes, é totalmente adverso. No entanto, são justamente estas adversidades, que põe em prova a determinação, o crescimento e o fortalecimento deste buscador.

A luta nesta estrada é justamente esta, combater a ignorância e a maldade humana, que nem sempre tem consciência disto.

Ser forte é fundamental. A sabedoria necessária e o amor à chave principal de toda busca.

A cada gesto e ação nesta caminhada a cruz torna se mais leve e a luz que emana dela torna-se mais intensa e com a mesma intensidade, mostra uma rosa vermelha em seu centro, simbolizando a razão de minha busca.


“Um verdadeiro guerreiro morre em pé e não vive de joelho em prol da prepotência  da ignorância humana”.

Carlos Augusto de Souza, Investigador de Polícia Aposentado e escritor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário