terça-feira, 20 de junho de 2017

O nome do Estado é "estado de guerra"!

Dia a dia mais vozes se levantam para classificar a situação do Estado do Rio de Janeiro como “estado de guerra”, só nossos governantes, parlamentares e juízes não vislumbram este cenário. Pelo menos enquanto não forem também vitimas diárias.

Força Nacional completa um mês no Rio, mas roubos de carga não diminuíram, diz sindicato

O reforço no policiamento, que ajudaria a reduzir o roubo de cargas, não surtiu efeito.

Como muito bem frisou o Diretor de segurança do SindiCarga, Coronel Venâncio de Moura, é preciso ação enérgica! Não é uma situação cotidiana, é um "estado de guerra"! Assim como o Coronel, muitos outros espectadores expõem suas criticas ao caos generalizado, que na segurança pública, não pode ser tratado com negligencia das leis e do judiciário.


De dentro de seus "escritórios" do crime, os "chefões" das diversas quadrilhas ditam as ordens, quem deve morrer é sumariamente executado. E assim foi com o agente penitenciário Paulo Sergio Araújo, morto quando saia de casa em seu Fiat Uno surrado que foi alvejado com dezenas de tiros. O agente era conhecido pelo seu rigor profissional, o que pode ter desagradado os "donos do escritório do crime", como também a certeza de que tem em mãos todas as informações que precisam para alcançar seus intentos, neste caso, o endereço da vitima.


Neste momento difícil por que passa o Estado do Rio de janeiro, nossos parlamentares estão a "cor dos anjos" dentro da ALERJ, não se vendo nenhum pronunciamentos deles, nem mesmo dos "oriundos" da segurança pública. E, quando algum deles surge pra expor seu comentário, se vê de inicio que só vai sair merda!

video
Só sai merda!
                                                  
No Executivo, no governo do Estado, temos um inconformado com a situação que Sergio Cabral lhe deixou, não possibilitando alçar seus planos de enriquecimento, um tal de Pezão, com destino certo na cadeia. Vice governador não temos, pois, não se sabe se ainda vivo, morto ou perambulando fora de si por ai.


Só lhe sobrou mesmo a CEDAE, que junto a parlamentares tão ou mais safados que ele, tentam "doar" uma empresa que dá lucro a preço irrisório,  mas o suficiente para "PHUDER" ainda mais o Estado e beneficiar seus bolsos ávidos por dinheiro público.

video

Os policiais seguem sua vida desigual, onde podem ser investigados por reagir a uma tentativa de assalto se vier a matar o bandido que o ameaçou de morte.

Sargento da PM é suspeito de reagir a tentativa de assalto e matar ladrão.

Três bandidos tentaram assaltar o militar, que estava fardado, e saía para trabalhar. Os outros dois ladrões fugiram.
O sargento foi conduzido para o 18º Batalhão de Polícia Militar - onde será feito auto de prisão em flagrante. O revólver, uma arma particular, será recolhido. A Corregedoria da corporação informou que vai acompanhar o caso.

Contrario a tudo, magistrado concede habeas corpus a traficante preso em flagrante, por “ausência de demonstração de perigo”, já que só foi pego com a ínfima quantidade de 4.716 Kg de drogas e dois fuzis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário