quinta-feira, 29 de junho de 2017

PROGRAMINHA DE FÁTIMA MERDAGENS

Hoje tive o desgosto de ser obrigado a almoçar num PF que estava passando o programa da Fátima Bernardes.

Em dez minutos foi exibido um sexólogo reclamando do cristianismo e do avanço conservador no Brasil, uma matéria exaltando a parada gay como um divertimento para a família enquanto mostrava imagens de um travesti vestido de freira e chifres do capeta e uma funkeira cantando baixarias cercada de criança seminuas que imitavam o ato sexual. No fim foi anunciado que amanhã o tema do programa será a vinda de refugiados islâmicos para o Brasil.
Esse tipo de programa é construído propositalmente para inocular no povo brasileiro uma moral desprovida de qualquer base religiosa e propagar modelos comportamentais baseados naquilo que os donos do canal querem transformar o povo brasileiro.
A lavagem cerebral feita é sutil e violenta, atingindo principalmente os dois públicos que estão na frente da TV pela manhã, crianças e donas de casa. Através das crianças é moldado o pensamento das futuras gerações e com as donas de casa a Globo consegue disseminar suas mudanças dentro das estruturas familiares em um país matriarcal, em que a mulher muitas vezes define o pensamento da família.
A habilidade deles consiste justamente em doutrinar sem que a pessoa perceba utilizando para isso a credibilidade de uma jornalista tida como séria, que por anos teve sua imagem trabalhada na mídia como modelo de mãe e agora foi transformada estrategicamente na amiga de toda dona de casa de sua idade, para quem mostra as novidades do mundo e o que querem fazer crer que é viver sem preconceitos.

Em um país de analfabetos a maioria das pessoas não tem defesas argumentativas contra toda a força da mídia e acabam forçadas por suas famílias a aceitarem tudo o que é propagado, ficando em silêncio ou concordando, sob pena de ser visto como um preconceituoso ou peça de museu. Isso aconteceu no restaurante onde eu estava, em que operários e secretárias comiam calados, disfarçando seu constrangimento ante toda a promiscuidade exibida em plena manhã pela televisão.

28 comentários:

  1. A moral já está no sub térreo e o pessoal da Globo parece que se deleita com o mundo Gay
    Eles tem orgulho de ser e mostrar-se como GAYS e qual é orgulho que tanto falam ?
    Devemos pedir o dia do HETERO já que tem pouquisimos

    ResponderExcluir
  2. Há tempos não assisto ao programa dela porque muitos assuntos de importância para a sociedade em geral são fortememte tendenciosos

    ResponderExcluir
  3. Hoje não houve nada disso. Tem coisa errada aí.

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Seja esperta desligue ou mude de canal, é o que faço há muito, assino TV a Cabo e assisto Fish TV, o mundo visto de cima etc. e não estas porcarias de Globo, SBT , Record e Band. Tudo lixo.

      Excluir
  5. Comentar para que?Não resolve nada mesmo...Esse pais virou uma zona,onde a moral,os bons costumes e a vergonha na cara virou peça de museu e motivo de lhe chamarem de "antiquado"...Quero mais é que todo mundo vá tomar naquele lugar onde a pata toma...sabe onde,ou já esqueceu?

    ResponderExcluir
  6. Constrangimento e ler este texto machista e preconceituoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então não leia mais o que não te interessa, vá dilatar seu esfincter anal.

      Excluir
    2. Lá vem a doutrinada vendo machismo onde não tem!

      Excluir
  7. Qual o problema de dois homens se beijando? se houver amor na relacao pode ser qquer tipo de casal... o pais estA SIM entrando numa fase mais conservadora, mas isso nao quer dizer que pessoas do mesmo sexo possa expressar seus sentimentos atraves um beijo como os casais heteros... abrir o pensamento de vez em qdo, sei que nao e' facil, mas as vezes e' necessario! fica a dica..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para que colocar na TV? Péssima dica. As crianças não precisam ser doutrinadas a ser gay.

      Excluir
    2. Nojentos... Vontade vomitar, odeio gays.. Aberração

      Excluir
  8. Estes tipos de reportagem só existem pelo fato de ainda ter pessoas homofobicas e racistas. Muitas delas acima a postarem comentários inglórias e desrespeituosos a liberdade de cada um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O corretor errou no seu texto. Leia - se libertinagem.

      Excluir
  9. Melhorem vocês com esse preconceito ridículo. Qual o problema de discutir sobre gays? Falar sobre o assunto que eu saiba não faz ninguém gay, funk é a expressão social do momento as crianças imitam as danças da moda desde o tempo do é o tchan. Reflitam vocês sobre esse preconceito patético da suposta família tradicional que não passa de uma farsa e cuidem da vida de vocês deixem os outros serem felizes e sejam também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabias palavras amigo. Merda na cabeça so tem quem ignora o conhecimento.bando de merda falando merda.kkkkkk

      Excluir
  10. Que bobagem!! É só não assistir. A globo é uma empresa comercial e não tem compromisso com a educação do país. Cobrem educação dos governos, das igrejas. A empresa transmite o que dá IBOPE. Sem contar que as pessoas tem que ter noção do querem e também de distinguir o certo errado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engano seu. A educação do país é responsabilidade de todos. A ação de destruir um país começa por retirar o sentimento de responsabilidade comum.

      Excluir
  11. Eu, particularmente, não assisto esse lixo de programa.
    Aliás, eu não assisto TV há muito tempo. Pessoas desprovidas de discernimento, lamentavelmente,não percebem que se tornam massa de manobra da mídia.

    ResponderExcluir
  12. Posso dar uma dica p todos vcs que criticam. A dica é simples e funciona, basta mudar de canal e n assistir e cuidar da vida de vcs seus monte de merda. Kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Não suporto mais ver essas aberrações como "abertura social"!!!

    ResponderExcluir