sábado, 23 de setembro de 2017

Confronto na Rocinha é notícia em jornais do mundo todo

Na Inglaterra, França, Estados Unidos e Argentina, jornais divulgam imagens do confronto.

O pânico na Rocinha, comunidade que fica na Zona Sul do Rio de Janeiro, foi notícia no mundo todo em jornais como o britânico "The Guardian", o francês "Libération", o norte-americano "The Washington Post" e o argentino "Clarín", bem como as agências internacionais da Europa, dos Estados Unidos e da América do Sul. Fotos dos conflitos, de blindados e de PMs e soldados das Forças Armadas em ação ilustraram as notícias nesta última sexta-feira (22). 
"Exército brasileiro retorna para o Rio em meio a confrontos entre gangues e policiais", informou o britânico "The Guardian" no título de um texto que citava o fechamento das escolas, de lojas e da Autoestrada Lagoa-Barra. O jornal entrevistou moradores da Rocinha para a reportagem.


O francês "Libération" falou em "guerra no Rio", com informações da Agência France Press (AFP) e citou vídeos em que são vistos homens armados, atirando em becos da Rocinha. 
O "The Washington Post" lembrou que a favela fica entre bairros nobres da cidade, como a Barra, principal sede dos Jogos Olímpicos de 2016.
"Choques armados na Rocinha: 950 soldados cercam a favela", foi o título do "Clarín". 
As agências EFE e a Sputnik citaram os bloqueios de ruas e estrada em "dia de caos", e "forte tiroteio" na "maior favela do Rio". 

Um comentário:

  1. GALERIA DE HERÓIS -
    JÁ PASSOU DA HORA DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL INVESTIGA A BANCADA DO "MANO" DEPUTADOS FEDERAIS QUE DÃO APOIO AOS MARGINAIS, E AOS JUÍZES E DESEMBARGADORES QUE LIBERTAM ESSES MARGINAIS QUE TANTO ATORMENTAM O POVO BRASILEIRO.

    ResponderExcluir