domingo, 26 de novembro de 2017

Traficantes destroem posto policial.


Traficantes da favela do Barbante na Ilha do Governador renderam com mais de quarenta marginais os dois policiais que estavam de plantão, desarmaram os mesmos e destruíram o posto de policiamento!
Se isso não for um ataque terrorista o que mais seria?
Que fique registrado o motivo do ataque foi a proibição da realização do baile funk na favela, os famigerados bailes defendidos por Marcelo Freixo, Jandira Feghali e Alessandro Molon em 2008 quando esse ato de promoção ao crime foi tratado como "patrimônio cultural"!
A sociedade exige uma resposta a altura, que todos os quarenta sejam presos ou mortos!

Major PMERJ Elitusalem Freitas.


Um comentário:

  1. Prefiro que a policia e o exercito prendam os políticos. Estes sim são os maiores bandidos, que matam, roubam, faliram o país, são os maiores responsáveis pelo aumento do desemprego, da falta de verbas para a educação, saúde segurança, e são os maiores responsáveis aumento da miséria, da violência, da promiscuidade e continuam impunes! Não foram estes políticos, que criaram e aprovaram leis proibindo os menores de trabalhar? Não foram os políticos que usaram o imposto do cidadão em passeatas das vadias, em passeatas gay, em passeatas a favor da liberação da maconha, e não estão usando os impostos do povo para distribuir kit gay nas escolas? Pois bem ao invés de usar o imposto do povo para construir moradia educar, dar trabalho com salário digno, e formar os jovens que são o futuro da Nação, os políticos estão usando os impostos do trabalhador para formar marginais, vagabundos, drogados, prostitutas, gay!

    ResponderExcluir