terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Não era um "jovem", era um CRIMINOSO!

Quando afirmamos que essa emissora, seus blogs, jornais e afiliados, têm uma relação íntima, de afinidade e "protencionismo" com o crime, não é achismo ou perseguição ideológica!
Não é possível que no atual cenário de violência, com a criminalidade controlando bairros inteiros, matando inocentes, chacinando policiais, a mídia mantenha essa postura carregada de valores invertidos e sem qualquer compromisso moral!


Não era um "jovem" que carregava um granada, não Jornal Extra!!! Era um M.A.R.G.I.N.A.L, UM C.R.I.M.I.N.O.S.O!!!
Quem por qualquer razão carrega consigo um artefato explosivo incide no artigo 16, parágrafo único, III da lei 10.826/2003, ou seja, é um B.A.N.D.I.D.O e não "jovem", FICA A DICA!!!
#MídiaCanalhaMídiaVermelha

Nenhum comentário:

Postar um comentário