segunda-feira, 16 de abril de 2018

Napoleão e Lula.


Há muita fofoca em cima daquela frase que diz: "Foi assim que Napoleão perdeu a guerra!" De quatro! E foi terminar seus dias lá na Ilha de Santa Helena. Taí um bom lugar para Lula terminar seus dias: De quatro! Bêbado, no seu “Triplex” instalado na Ilha de Trindade, bem longe daqui. Quero ver seus asseclas encherem nossos sacos, montando suas barracas lá no meio do Atlântico! 
E o Bolsonaro, hein? O mundo inteiro contra ele! Até dona Raquel, a Procuradora, está contra ele, coitado, acusado de “racista”. Todo mundo com medo do Bolsonaro, que não é, já dissemos, a melhor “opção militar”; mas é a melhor “politica”. 
Seria de “bom alvitre” que, antes de assumir os comandos, Bolsonaro diga, alto e em bom tom, para o mundo inteiro ouvir, como vai governar este país tão desgovernado, tão esculhambado, tão fedido e mal pago, para que depois, nem OAB, nem os “Democratas” americanos, nem os Suecos com seus prêmios “Nobel” da Paz, que querem dar pro Lula; nem o “Papa”, nem ninguém, possam dizer que “não sabiam”, que não foram avisados e outras esfarrapadas desculpas. 
Em assim sendo, tão logo assuma o poder, serão armadas ratoeiras, tantas quantas forem necessárias. Os ratos e as ratazanas desde Brasil inteiro que se cuidem. Temos muitos “Generais Mourões”, tantos quantos forem necessários, prontos a ajudar o Bolsonaro a dar “um cobre e alinha”; a dar um grito de “pega pra capar” em todos esses ratos e ratazanas que se apossaram do Brasil. Quem avisa amigo é... 


José Agostinho Maciel. EPCAr


Um comentário: