terça-feira, 8 de maio de 2018

Proposta aos Deputados do Rio de Janeiro


Ajuda de custo a depoimentos


Em decorrência da função policial, este muitas vezes comparece ao Foro para depor na condição de testemunha e/ou condutor. Este comparecimento se dá, na maioria das vezes, em seus dias de folga, usurpando horas de seu repouso.

O custo deste deslocamento se dá do bolso do policial, que com salário defasado e atrasado, ainda pode ser punido e até pagar multa de R$ 1.000,00 pela falta não justificada. A despesa é elevada, já que um depoimento em juízo normalmente atrasa e pode consumir até seis horas da folga do policial, contando tempo de deslocamento, espera e audiência.

Os juizados não dispõem de estacionamento para os depoentes, ocasionando mais um custo para o policial, além da alimentação, que num Foro, o lanche não custa menos de R$ 20,00.

POLICIAL CIVIL SALVA JUÍZA

Em contrapartida, o preso ao chegar ao Foro já recebe um lanche, além, claro, do transporte por conta do Estado.

Então é justo e oportuno que o comparecimento em juízo, delegacias e outros em decorrência da atividade policial, na folga, sejam custeados pelo Estado, além das horas extras consumidas durante a folga do policial, pois o gasto gira em média R$ 100,00.

Proposto por um Cabo PMERJ


Um comentário:

  1. Concordo plenamente ,, eu ,quando na ativa já arquei com custo de um Taxi,, para vir depor , porque morava em outra cidade,,,e não tem chôro, e nem com quem reclamar,,, É aquele velho jargão : ""Mensagem à Garcia" ou seja : se vira,,,

    ResponderExcluir