sexta-feira, 20 de julho de 2018

Quem propaga isso não é Intervencionista!



Uma coisa me deixa perplexo, como pessoas que se dizem “intervencionistas” propagam mentiras montadas pela esquerda. Inclusive postadas num site que afirma, num de seus textos, que Jesus nunca existiu, que a religião cristã é uma farsa montada pelos antigos romanos e a Bíblia é um “conto de fadas”. (23 razões para não acreditar em Jesus)

Eles estão a serviço da esquerda! (Seleção de mentiras da esquerda)

Ora, vão “TOMATECRÚ” esses pseudos “intervencionistas”! Rezam a cartilha esquerdista na maior cara de pau,
Sabemos que a grande maioria das pessoas não gasta seu tempo confirmando informações nos links disponibilizados e disso se valem certas pessoas para propagar mentiras sobre Jair Bolsonaro, mentiras montadas pela Folha de São Paulo, sabidamente esquerdista (Foice de São Paulo) e vídeos com autoria de pessoas ligadas a GLOBO.

É só não ter preguiça e ter tempo para abrir os links e confirmar isso. Não vou discorrer sobre as acusações feitas a Jair Bolsonaro, pois, o estrago que ele pode causar a esses “profissionais” parasitas e seus empregadores é enorme, daí esta sana em difamá-lo.


Bolsonaro é a Intervenção! Isso já foi dito, afirmado e reafirmado pelos militares idolatrados pelos Intervencionistas e hoje chamados de “traidores” pelos pseudo “intervencionistas” a serviço da esquerda. Estes, já marcaram data, remarcaram e continuam marcando data para que uma Intervenção Militar aconteça, é o seu “modus operandi” de arrecadar dinheiro junto a seus seguidores preguiçosos e desinformados que preferem pagar e conceder delegação para que inconsequentes, mentirosos mercenários a serviço da esquerda hajam em seu lugar. Para isso comparecem a eventos militares abertos, registrando sua presença junto a altas patentes militares, assim reforçando que têm influencia junto a estes e recebem informações “privilegiadas”. Ganham dinheiro com publicidade em seus sites e canais, arrecadando dinheiro de gente de boa fé, mas de fácil manipulação.

Um comentário: