domingo, 28 de outubro de 2018

Médica indignada, desabafa


Tenho ouvido falar tanto em tortura, que tive que me manifestar! Não vivi a Ditadura, logo não comento sobre a mesma...
Mas sobre tortura, posso falar:
Tortura é ter que reanimar um paciente no chão, porque não há sequer uma maca.
Tortura é precisar de uma Tomografia de urgência e não dispor sequer de uma ultrassonografia no serviço público.


Tortura é ter que improvisar uma incubadora para um bebê prematuro, em uma caixa de sapatos.
Tortura é ter que escolher entre 2 pacientes, qual deles irá usar o único respirador disponível.
Tortura é precisar prescrever um medicamento, ouvir do doente que não tem dinheiro pra comprar e saber que na rede pública, também não há o remédio e o paciente não poderá se tratar.
Tortura é chegar com um paciente grave ao hospital e não haver um leito disponível para acomodá-lo.


Tortura é ver o Governo culpar ao médico e ao corpo clínico do hospital por todas as mazelas da saúde e desviarem ainda mais dinheiro com o pretexto de trazerem médicos cubanos - como se a culpa fosse nossa.


Tortura é ver o idoso indo para a fila às 4h da manhã, ser atendido por profissionais não habilitados do Mais Médicos, enquanto os ladrões se tratam com os melhores especialistas no Sírio Libanês de SP.
Tortura é dar a alta para o paciente e o mesmo pedir para ficar, porque em casa não há comida.
Tortura é fazer um juramento no dia da nossa formatura e perceber que a corrupção no Brasil nos impede de cumpri-lo
Se você nunca viveu este tipo de tortura e está só replicando o que leu, pare, pense e seja menos egoísta!
Chega de roubo !!

Quando você tiver um filho, pai, mãe, irmão, irmã... passando por esta situação, você entenderá o que é tortura !
Conheço essa realidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário