terça-feira, 9 de outubro de 2018

Nada comentam sobre essas conquistas.


Helio Negão, um negro, foi o Deputado Federal mais votado do Rio de Janeiro. Deveria estar havendo comemorações por aqueles que enxergam separação de raças em tudo. Afinal, um negro desbancou todo mundo. Pautas jornalisticas deveriam estar sendo feitas apontando o feito como uma conquista, um exemplo de inclusão. Isso tudo só não está ocorrendo porque Helio Negão é do partido do Bolsonaro.


Janaína Pascoal, uma mulher, teve recorde de votos na história do País para o cargo de Deputada Estadual. Os grupos de feministas deveriam estar em polvorosa com o fato. Não estão! Afinal, Janaína Pascoal é do partido de Bolsonaro.



Joice Hasselman foi a mulher mais votada na história do Brasil para o cargo de Deputada Federal. Nenhum grupo ou revista feminista a procurará para uma entrevista. Joice não é do PSOL nem do PT. É do partido do Bolsonaro.



Michele, esposa de Bolsonaro, se interessa por Libras (a linguagem dos surdos mudos). Na igreja que frequenta, participou há alguns anos, voluntariamente, de preparação de surdos que tocam instrumentos musicais. Se fosse esposa de algum esquerdista famoso estamparia capas de revistas e estaria na Fátima Bernardes toda semana. Como é esposa do Bolsonaro, nunca vai rolar.

A campanha de Bolsonaro representa os sentimentos do povo contra a esquizofrenia e fingimento da esquerda. Vamos ganhar!]

Desconheço o autor.

2 comentários:

  1. Eu concordo plenamente. Vamos ganhar!,mas precisamos vencer também as urnas eletrônicas controladas pelos comunistas.

    ResponderExcluir
  2. Segundo turno e só pra contar... porque o nosso Presidente já e o Senhor Bolsonaro...

    ResponderExcluir