domingo, 17 de fevereiro de 2019

A USP ficou assim desnudada!


USP cancela matrícula de alunos de colégios militares.

No final desta semana, numa atitude inédita, a USP resolveu cancelar a matrícula de alunos oriundos de colégios militares. Mas por qual motivo? Contrariando decisão do STF, que as escolas militares são órgãos de ensino público, a direção da USP alegou que os alunos burlaram o sistema de cotas.
Ora, será que os reitores desconhecem o funcionamento gratuito dos Colégios Militares? Claro que não! Foi retaliação SIM!

Cobrados pelo Comando Militar Sudeste, pelo Governador de São Paulo e até pelo Ministro da Educação Ricardo Vélez Rodrigues, a USP depois desta presepada de recalques, resolveu voltar atras confirmando as matriculas.


Em nota, a USP comunicou que, "face às afirmações que se tornaram públicas e para garantir a lisura de seu processo de matrícula, todos os candidatos aprovados oriundos de colégios militares, vinculados e mantidos efetivamente pelas Forças Armadas, que se inscreveram no vestibular optando pela ação afirmativa para egressos de escolas públicas, tiveram a sua matrícula aceita, uma vez que atendem plenamente ao regramento estabelecido para o concurso vestibular 2019".
USP, "Universidade Socialista Porca"!
Eu particularmente, vejo nesta intenção de matrícula na USP por parte de alunos concludentes de Colégios Militares um teste. Um teste para mostrar claramente que a USP infestada no seus quadro docente e discente de militantes da extrema esquerda e seriam discriminatórios quanto a aceitação destes alunos. Alunos estes, que possuem capacidade de aprovação em qualquer escola de nível superior  sem a mínima necessidade de se valer de "cotas". Outrossim, mesmo estes estudantes matriculados, seu curso se tornaria um inferno, já que a convivência com aqueles tipos de professores e alunos, tornaria suas vidas acadêmicas insuportáveis. A USP ficou assim desnudada!
Quem sabe se o processo de "desratização" da USP comece depois disso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário