quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Crianças: o alvo final!


Ninguém realmente acredita que o circo esquerdista montado no STF tenha a finalidade de proteger os homossexuais.
Afinal, já temos leis que servem para todos. Se alguém mata um gay, deve ser preso não porque matou alguém de opção sexual distinta, mas porque matou um ser humano. E o mesmo ocorre no campo moral e subjetivo. O gay que se sente ofendido tem à disposição as tipificações legais de injúria, calúnia e difamação.
Mas, então, qual é a real finalidade da criminalização da homofobia? É, evidentemente, transformar em crime qualquer opinião contrária à agenda progressista.
Vingando essa aberração jurídica, qualquer um que se desentender com um gay correrá o risco de ser preso, pois será a palavra do militante contra a do cidadão comum, o qual, por não ser gay e nem militante, estará em franca desvantagem.
Situações assim serão recorrentes. Porém, do ponto de vista da destruição do tecido social, esse aspecto não é o mais grave. A gravidade maior está na facilitação dos ataques às crianças.


Com a criminalização da homofobia, qualquer pai que for contra a ideologia de gênero nas escolas incorrerá em crime. Se confrontar um professor de tendências pedófilas que ainda não chegou às vias de fato com as crianças, mas que verbaliza um discurso de instrumentalização sexual, o pai poderá ser preso.


A mesma lógica vale para todas as áreas culturais, sociais e políticas. Como impedir de o famigerado kit gay tornar-se política? Como ser contra adulto pelado em museu e exposições Queer? Atitudes decentes como essas poderão facilmente ser enquadradas como crimes de homofobia.
A intenção progressista, via ideologia de gênero, é quebrar a barreira da infância. Ou seja, implantar nas escolas e nas outras instituições a crença de que criança não é para ser amada e protegida, mas para ser usada em experimentos sociais.
A cada vitória da criminalidade torna-se mais difícil a manutenção da sanidade. Os pedófilos avançam a passos largos. 

(Marco Frenette)

2 comentários:

  1. "Mulher é o vento de tudo", por isso se torna a ferramenta mais importante para os comunistas ou socialistas, e a mesma M..., degradar a sociedade e ajoelhar o povo. Samando-se ao aspécto a emoção femimife, fica potencializada a ferramenta dos demônios.
    Estes dois temas referentes às cieciênc sociais fazem parte dos livros: "Mulher, a bomba atômica que explodiu o homem e implodiu a sociedade" e "Só as mulheres podem salvar os seres humanos, animais e o planeta".
    São temas que fogem do politicamente correto para apontar erros e soluções para os problemas sociais que se agravam e já estão comprometendo o futuro natural da humanidade: as crianças.

    ResponderExcluir
  2. Texto corrigido.
    "Mulher é o centro de tudo" (página do Facebook), por isso se torna a ferramenta mais importante para os comunistas ou socialistas, e a mesma M..., degradar a sociedade e ajoelhar o povo. Samando-se ao fato, a emoção femimina, fica potencializada a ferramenta dos demônios.
    Estes dois temas referentes às ciências sociais fazem parte dos livros: "Mulher, a bomba atômica que explodiu o homem e implodiu a sociedade" e "Só as mulheres podem salvar os seres humanos, animais e o planeta".
    São temas que fogem do politicamente correto para apontar erros e soluções para os problemas sociais que se agravam e já estão comprometendo o futuro natural da humanidade: as crianças.

    ResponderExcluir