quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

PSOL passa vergonha defendendo Maduro em nota oficial


PSOL defende a permanência de Maduro no poder.

O Partido Socialismo e “Liberdade” (PSOL) declarou apoio em nota à ditadura de Nicolás Maduro nesta noite de sábado (23). O texto abusa de jargões clássicos da esquerda paranoica como “imperialismo ianque” para defender os atos cruéis de Maduro contra o povo venezuelano.


“Neste sentido repudiamos de maneira contundente as provocações do governo brasileiro nas fronteiras da Venezuela, inclusive incitando conflito e violência, simplesmente sendo transmissor automático do imperialismo de Trump.”, diz a nota. Seriam as provocações os caminhões de ajuda humanitária?

Em seguida a nota segue com um convite aos demais movimentos de esquerda e movimentos sociais para se juntarem pela defesa do governo bolivariano. “Por fim, conclamamos todas as organizações de esquerda e movimentos sociais a formarem comitês em defesa da soberania da Venezuela e de solidariedade ao povo de Simon Bolívar, o “Libertador”.”

PSOL novamente mostrando que tipo de “liberdade” defende, a liberdade dos ditadores e dos cleptocratas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário