sexta-feira, 8 de março de 2019

QUEM É O PROTAGONISTA DO VÍDEO POSTADO POR BOLSONARO?


Uma performance explícita durante apresentação de um bloco de carnaval viralizou após um tuíte do presidente Jair Bolsonaro (PSL). O protagonista,  um performer formado na Argentina, não se identifica nem como homem nem como mulher, mas fala de si no gênero feminino. Com a repercussão, ele apagou suas redes sociais e está apreensivo, segundo relatos de amigos.
Pessoas presentes na performance realizada no bloco chamado de BloCU, no centro de São Paulo durante o carnaval, afirmam que a apresentação não se resumiu a apenas à chuva dourada e manuseio do ânus.
Ele sacudiu os cabelos molhados de urina, o que atingiu outras pessoas que estavam próximas. Antes, de acordo com os relatos, ele havia defecado na rua.
Identificação
Apesar de se incluir no gênero feminino, Paulx Castello e/ou Sofia Lacre, não se identifica nem como homem nem como mulher. Formou-se pela UNA (Universidad Nacional de las Artes), na Argentina, e está entre as responsáveis pelo festival cultural com temas ligados ao sexo chamado “Kuceta”.
O vídeo publicado pelo presidente Jair Bolsonaro em suas redes sociais era de uma performance feita por Sofia no Carnaval. Na cena divulgada mundialmente, uma pessoa de cabelos compridos dança, manuseia o ânus com os dedos e, em certo momento, abaixa a cabeça para que outro também artista urine sobre ela – prática conhecida como golden shower. As informações são da revista Época.
Nas suas páginas do Facebook e YouTube, a performer publica imagens relacionadas à sexualidade, além de compartilhar notícias sobre os direitos e as dificuldades da população transgênera.
O vídeo publicado por Bolsonaro foi registrado durante o BloCU, na última segunda-feira (4), em São Paulo, e foi postado em um grupo seguido por menos de 100 pessoas. No Carnaval paulista, a estrela do bloco foi a atriz e cantora Jup do Bairro, que cantava em sincronia com o rapaz que urinava: “Eu falei pra minha mãe/que eu queria ser mulher/sabe o que ela me disse?/“Fazer o que, né?”.
De acordo com o relato de um amigo, trazido à tona pela reportagem, a performer ficou apreensiva após a repercussão com o post do presidente e, por isso, fechou seus perfis nas redes sociais. Apesar de evitar exposição, Sofia mantinha contato com amigos e amigas, mas eles não quiseram se pronunciar, com medo de que a colega fosse perseguida.
Por que o vídeo foi divulgado?
No post, Bolsonaro fazia uma reflexão a respeito da “verdade” sobre o “que tem virado muitos blocos de rua no Carnaval brasileiro”. Após a publicação, ele foi criticado no País – inclusive por aliados de seu governo – e fora.
Horas depois de postar o vídeo, o presidente negou a “intenção de criticar o Carnaval de forma genérica, mas sim caracterizar uma distorção clara do espírito momesco”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário