quarta-feira, 17 de julho de 2019

Itamaraty é um órgão stalinista.


Durante o governo FHC, ele nomeou o embaixador Luis felipe Lampreta (1995-2001) para lhe auxiliar no aparelhamento do Itamaraty. No governo do PT, foi nomeado o Ministro Celso Amorim para o Ministério das Relações Exteriores, foi também para as embaixadas na Bolívia e Equador. Na gestão da Dilma, ele foi nomeado para o Ministério da Defesa em 2011-2015, que durante sua gestão, ele e o também comunista Aldo Rebelo/PCdoB, ex guerrilheiro da Ação Popular, foi também Ministro da Defesa e juntos tentaram aparelhar as Forças Armadas com a mesma ideologia comunista. Porém, encontraram um "Paredão Blindado" de pulso firme, que não baixou a guarda e não acatou ordens absurdas, tampouco  as ordens da presidANTA Dilma Rousseff. 

Esse grande patriota foi o General Eduardo Dias da Costa Villas Boas - Comandante do Exercito, general que havia sido designado pelo governo PTista para ser Adido Militar na China, onde permaneceu por mais de dez anos. No entanto, esse grande patriota nunca deixou de amar seu País e a Democracia, impediu que o PT transformasse o Brasil numa Venezuela.

Com base no viés ideológico o BNDES foi usado para despejar bilhões de dólares nos países amigos de Lula.

A nomeação do Deputado Eduardo Bolsonaro para ser Embaixador do Brasil nos EUA é um "Xeque Mate" contra os comunistas do Itamaraty.
Boina Azul

Um Embaixador é o procurador do País no exterior, ele tem que estar afinado com o governo que representa. Eduardo Bolsonaro que foi eleito com a maior votação, será transferido de uma função para outra, e essa é de confiança do Presidente.

Quando Collor nomeou seu primo Marco Aurélio para o STF não houve gritaria, agora tem a esquerda asquerosa que não aceita as mudanças.

São três candidatos do Itamaraty para a Embaixada nos EUA, todos de esquerda, então, Bolsonaro está certo! Não é nepotismo, é Patriotismo! Isso ele deveria falar em cadeia nacional de TV, calaria a boca dos esquerdopatas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário