terça-feira, 24 de setembro de 2019

Matem uma criança rápido!


O crime se repete a cada investida da polícia, já é notório o "modus operandi" das facções criminosas que dominam áreas carentes do Rio de Janeiro. E a cada morte de criança, estudante, trabalhador ou idoso um palanque é montado pela esquerda, que se apressa em arregimentar "moradores" da "cumunidade" para fazerem declarações de que foi a polícia que matou a criança, o estudante, o trabalhador ou o idoso.

Esses disparos têm grande chance de acertar um inocente.

No tráfico encontram-se jovens, irresponsáveis, portando perigosas armas de guerra que sem nenhum treinamento em seu uso disparam tiros e rajadas sem nem sequer visualizar o alvo, enquanto que nas polícias são homens e mulheres bem treinados, responsáveis que manuseiam estas armas e são conhecedores das leis e as respeitam. Mas é sempre a polícia que é acusada dessas mortes embora os acusadores e as vitimas estejam diuturnamente reféns de sanguinários traficantes armados nas portas de suas casas. Claro, o traficante não paga indenização as suas vítimas. 


Sempre, após um inocente ser morto, a "cumunidade" é obrigada a sair em protestos queimando pneus, ônibus e até pessoas que por algum motivo de incapacidade não consiga abandonar um ônibus incendiado. "Os fins justificam os meios".


Gabriel Monteiro foi convidado pelo Felipe para uma live, mas, no local, hostil para Gabriel, Felipe partiu para o ataque colocando sob suspeição os 400 fuzis apreendidos pela polícia em contrapartida com os mais de 1.200 mortos. Ora, embora Gabriel tenha os argumentos para rebater, Felipe incentivava seus seguidores no local para que filmasse e assim provocou Gabriel e incentivou seus seguidores para agressão, obrigando que Gabriel se defendesse e abandonasse o local. É notório pelo vocabulário de cada um a intenção de Felipe com o "convite feito a Gabriel.


O intento do esquerdista foi conseguido, usou a agressão sofrida por Gabriel para fazer seu palanque. Mas felizmente o vídeo completo estás disponível e comprova a covardia e falta de argumentos desses esquerdistas FDP!


Mas na verdade são estes que enaltecem a morte de policiais que eles defendem!



O Governador do Rio de Janeiro está certíssimo! A Sociedade deve apoiar suas ações com as polícias, não podemos ficar definitivamente reféns do "narco estado".





Nenhum comentário:

Postar um comentário